Qualidade de semeadura e produtividade da soja sob diferentes sulcadores e velocidades de operação

Alcir José Modolo, Emerson Trogello, Eduardo Stefani Pagliosa, Rivanildo Dallacort, Evandro Marcos Kolling, Maicon Sgarbossa

Abstract


Em culturas anuais submetidas ao sistema plantio direto o processo de semeadura afeta o condicionamento físico do solo ao redor das sementes expondo as mesmas a condições adversas, podendo limitar o desenvolvimento inicial das plantas e minimizar o potencial produtivo. O uso de sulcadores não condizentes com a situação de campo e de velocidades inadequadas são fatores que afetam o bom desempenho da semeadura. Nesse contexto, este trabalho teve por objetivo, avaliar o efeito de diferentes sulcadores e velocidades de operação sobre parâmetros de qualidade de semeadura e componentes de produtividade da cultura da soja. Os tratamentos foram compostos pela combinação entre dois sulcadores (disco e haste) e quatro velocidades de operação (0,86; 1,22; 1,47 e 1,94 m s-1). Foram avaliados: o número médio de dias para a emergência, a uniformidade de distribuição de plantas, a profundidade de semeadura, a área de solo mobilizado, o estande de plantas e a produtividade de grãos. De acordo com os resultados, o sulcador tipo haste proporcionou maior profundidade de semeadura e área de solo mobilizada, quando comparado ao disco duplo defasado. O aumento da velocidade reduziu o estande de plantas e a produtividade da cultura e aumentou a área de solo mobilizada.


Keywords


Semeadura direta; Desempenho de semeadura; Plantio direto com qualidade.



DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2012v33n6Supl1p3009

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional