Detecção sorológica de Brucella canis em cães de abrigos da região Norte do Paraná

Luiz César Silva, Luis Álvaro Leuzzi Junior, Julyerme Luiz Bagatim Nassar, Flávio Antonio Barca Junior, Selwyn Arlington Headley, Werner Okano, Bernando Kemper, Sílvia Manduca Traap

Abstract


Este estudo avaliou a presença de anticorpos circulantes anti-Brucella canis e anti-B. abortus em cães mantidos em abrigos situados em quatro municípios da região Norte do Paraná. Amostras séricas de 100 cães, de ambos os sexos, oriundos das cidades de Apucarana, Arapongas, Londrina e Rolândia foram colhidas para determinação sorológica da presença de anticorpos contra B. canis por meio da técnica de imunodifusão em gel de agarose e de anticorpos contra B. abortus por meio da prova do antígeno acidificado tamponado. Somente 4% (4/100) das amostras avaliadas foram sororreagentes a B. canis, com soropositividade variando entre 4.17 – 10%. Contudo, as amostras positivas foram oriundas somente das cidades de Apucarana (4.17%; 2/48) e Londrina (10%; 2/20). Não foram verificadas amostras sororreagentes a B. abortus na população canina avaliada. Esses resultados sugerem que B. Canis circula na população de cães da região Norte do Paraná.


Keywords


Doença canina; Epidemiologia; Brucelose; Sorologia.



DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2012v33n6p2391

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional