Avaliação da transferência de imunidade passiva através da análise de imunoglobulinas e proteínas séricas em bezerras da raça holandês

Ricardo Augusto Santos Garcia, Werner Okano, Flavio Antonio Barca Junior, Luiz César da Silva, Luiz Fernando Coelho da Cunha Filho, Julio Augusto Naylor Lisbôa, Mara Regina Stipp Balarin, Selwyn Arlington Headley

Abstract


Este presente estudo avaliou as concentrações séricas da proteína total, suas frações, as concentrações de imunoglobulinas e a dinâmica de transferência da imunidade passiva em 25 bezerras da raça Holandês variedade preto e branco. Todas as bezerras permaneceram com suas respectivas mães até 24 horas após o nascimento, durante este período a ingestão de colostro foi realizada ad libitum. As determinações foram feitas após a ingestão do colostro às 24 horas após o nascimento e aos 30 dias de idade. As gamaglobulinas foram predominantes às 24 horas após a ingestão de colostro, seguida pelas frações beta e alfa. Aos 30 dias a fração beta foi a mais elevada, seguida pela gama e as frações alfa. A concentração de albumina sérica aumentou proporcionalmente com a idade, mas a concentração de proteína total manteve-se inalterada. A maior parte das bezerras (56%; 14/25) demonstrou transferência passiva imune eficaz de imunoglobulinas; a transferência de imunidade foi dentro dos limites aceitáveis para 36% (09/25), mas não foi suficiente em 8% (02/25) das bezerras avaliadas.


Keywords


Colostro; Imunidade passiva; Gamaglobulina; Bovino.



DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2012v33n4p1515

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional