v. 1, n. 1 (2013)

jul./dez.: Edição Inaugural

EDITORIAL

 

Organização e Sustentabilidade – OS inicia seu histórico com a criação do Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA) da Universidade Estadual de Londrina (UEL). O Programa apresenta um curso de Mestrado Acadêmico com estrutura curricular composta de orientações epistemológicas e metodológicas de diversos campos de conhecimento para permitir discussões e pesquisas sobre organizações, gestão e sustentabilidade.

À medida que o PPGA-UEL atinge seus primeiros objetivos e caminha para se consolidar, o escopo dos estudos produzidos no Programa avança na tentativa de apropriar-se do campo com mais e melhores discussões, mas o seu corpo de pesquisadores encontra escassez de periódicos que tenham como foco central essa temática. Com isso ocorreu um movimento para a criação desta revista científica, com seu projeto iniciado no primeiro semestre de 2013.

Por iniciativa conjunta do PPGA-UEL e do Departamento de Administração da Universidade Estadual de Londrina, a revista foi lançada na sexta-feira, 8 de novembro de 2013 às 20h00, na Livraria Saraiva em Londrina, no Paraná (Brasil).

Agradecemos aos membros do Conselho Editorial, Corpo Editorial Científico, das Editorias de Seções e equipe, do Corpo de Consultores Ad Hoc por suas seus valiosos pareceres voluntários, os autores contribuíram com seus manuscritos, e todos os que, em sua história, colaboraram direta e indiretamente para essa realização.

Organizações e Sustentabilidade é um periódico que busca instigar discussões e reflexões e apresentar estudos científicos que contribuam para o campo do conhecimento adotado em seu nome.

A Sustentabilidade é um conceito abrangente, que varia em natureza e amplitude em diferentes áreas de conhecimento. Desde a Primeira Conferência Mundial sobre o Homem e o Meio Ambiente em Estocolmo em 1972, um marco para o termo Desenvolvimento Sustentável, houve avanços na sua compreensão, mas não se observa um acúmulo de conhecimento que assegure a consolidação do conceito de Sustentabilidade, especialmente nos Estudos Organizacionais.

São atuais as crescentes preocupações com as questões nas dimensões sociais, culturais, econômicas, espaciais, ambientais e outras que comprometem a vivência harmônica entre o homem, a organização e o organismo Terra, e o universo.

Para auxiliar a compreensão de assuntos tão complexos, OS é uma revista que procurará apresentar estudos em diferentes posições epistemológicas e orientações metodológicas, em perspectiva multidisciplinar. Isso é um grande desafio para o Conselho Editorial e o Corpo Editorial Científico, bem como para os autores e suas instituições por um especial motivo: para promover, avaliar e produzir conhecimentos novos sobre as organizações e a sustentabilidade, é preciso mais clareza do seu significado e melhor compreensão de seus fatos.

A proposta de Organizações e Sustentabilidade está em contribuir nesse aspecto diante das preocupações das dimensões apresentadas e no enfrentamento dos desafios fundamentais para o homem e suas organizações, com o olhar particular nos fenômenos e mudanças organizacionais e suas consequências de subsistências e bem-estar, que possa originar de diferentes correntes de pensamento.

A linha editorial vem privilegiar artigos, ensaios teóricos e relatos de experiências originados em estudos ou pesquisa científica que sejam significativos para desenvolver o campo e suas questões relevantes em perspectivas da área de Administração. Em vista desses aspectos, serão admitidos trabalhos apoiados em contribuições de diferentes ciências, naturais e humanas, conferindo qualidade inter e multidisciplinar à área, para que se possam dispor debates, chegar a alguns encaminhamentos ou respostas de alcance mais densos, a fim de consolidar deste campo de conhecimento.

A considerar que todos esses pontos da proposta de OS serão alcançados com o tempo, nesta primeira edição são apresentados 7 trabalhos:

O Uso da Energia Eólica no Brasil: aspectos econômico, social, ambiental e legal verifica as oportunidades e restrições ao uso da energia eólica no Brasil a partir de pesquisa junto a atores envolvidos na exploração dessa energia. Os resultados trazem considerações importantes de seus interesses e oportunidades em dimensões de sustentabilidade.

Caracterização da sustentabilidade corporativa na indústria de pneumáticos: um estudo de caso é um artigo que traz a aproximação entre a sustentabilidade e a gestão de maneira aplicada, ao analisar a organização e sua postura com relação à sustentabilidade corporativa. Traz a dicotomia entre a facilidade de entender ou reconhecer a sustentabilidade e dificuldade de operacionalizá-la.

A Logística Reversa com embalagens vazias de agrotóxico: um estudo em uma associação de revendedores de agrotóxico no Brasil apresenta pesquisa também no campo da gestão e sustentabilidade, que busca analisar o sistema de logística reversa através do caso da Associação dos Revendedores de Agrotóxico de Naviraí (ARANAV), uma organização brasileira responsável pelo recebimento e devolução das embalagens vazias. Os resultados apresentam a relação de contribuição homem, comunidade, benefício econômico e meio ambiente.

Desafios do bem viver que as mulheres encontram em suas carreiras: um estudo na cidade de Ibiporã, Brasil, analisa os desafios que as mulheres encontram em suas carreiras diante do conflito com outras esferas da vida pessoal, família e a sociedade, buscando o bem viver. Os resultados trazem o enfrentamento desses desafios pelas mulheres considerando diferentes dimensões de sustentabilidade.

Comunidade Sustentável: um estudo de caso de uma organização de Economia Solidária é um trabalho que dispõe de questões de sustentabilidade e autogestão de uma organização de Economia Solidária, em que os autores procuram compreender a organização e configuração cooperativa e comunitária face às inter-relações de seu contexto. O artigo trata de um tema com potencial para se discutir a relação da sustentabilidade no que diz respeito à ética, valores e crenças e os elementos de espiritualidade.

Tecendo Reflexões sobre Sustentabilidade e Responsabilidade Social Corporativa a Partir do Cinema traz uma discussão original e provocativa sem o linguajar e os protocolos próprios de um trabalho científico e merece a reflexão dos leitores. A partir de suas experiências como expectador cinematográfico, o autor questiona a real existência da responsabilidade social corporativa diante da sustentabilidade.

Sustentabilidade e Comunicação: reflexões sobre discursos e práticas nas organizações é um ensaio em direção ao entendimento dos discursos e práticas de sustentabilidade, com foco na ação da mudança cultural para novas realidades organizacionais.

Boa Leitura!

Ivan de Souza Dutra - Editor-chefe de Organizações e Sustentabilidade

Sumário

Editorial

Claudia Terezinha Kniess, Emerson Antonio Maccari, Carlos Lopes Somoza, José Ricardo de Moraes Pinto
PDF
2-18
Ronnie Layon Soldi, Leonardo Fabris Lugoboni, Bárbara Galleli, Rafael Borim-de-Souza
PDF
19-53
António Carlos Vaz Lopes, Maria Cristiane de Souza Macedo Tonini
PDF
54-72
Carolina Francisca Da Silva Sipriano, Cássia Valéria Hungaro Yoshi, Rozane Alves
PDF
73-93
Jessica Takano, Luis Miguel Luzio dos Santos
PDF
94-110
Fernando Antonio Prado Gimenez
PDF
111-127
Giovanna Migotto da Fonseca Galleli, Marlene Regina Marchiori
PDF
128-145