Rotulagem ambiental e greenwashing: análise de discursos e práticas empresariais

Renata Silva Araújo, Sylmara Lopes Francelino Gonçalves-Dias, Érico Luciano Pagotto

Resumo


Com a finalidade de obter ganhos mercadológicos, muitas empresas utilizam a rotulagem ambiental para valorizar suas marcas e produtos. Contudo, é importante que tal comunicação esteja pautada em critérios éticos e técnicos para garantir a credibilidade destas declarações. Este estudo discute tal questão a partir da seguinte pergunta: a rotulagem ambiental condiz com as práticas adotadas pela empresa estudada, ou trata-se somente de greenwashing? O método consistiu em analisar o rótulo e as práticas ambientais de um produto por meio de dados secundários e entrevistas semiestruturadas. Os resultados apontam que a rotulagem e as práticas ambientais adotadas pelo fabricante estão parcialmente alinhadas. Também se identificou que a embalagem apresenta elementos passíveis de contestação, com informações ambíguas e por vezes exageradas. As evidências demonstram que o rótulo pode estar sujeito a questionamentos considerando-se tanto as normativas aplicáveis como em sua capacidade de informar adequadamente ao público consumidor.


Palavras-chave


Responsabilidade social; Rotulagem ambiental; Comunicação ambiental; Greenwashing.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2318-9223.2019v7n2p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


AS SUBMISSÕES PARA ESTE PERIÓDICO ESTÃO TEMPORARIAMENTE SUSPENSAS. DETALHES NA NOTA DO EDITOR: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/ros/index

ISSN: 2318-9223


QUALIS-CAPES: B5 - ADMINISTRAÇÃO, CONTÁBEIS E TURISMO

Indicadores e diretórios: