A lógica territorial da produção habitacional de interesse social em Londrina-PR

Elisa Roberta Zanon, Miguel Etinger de Araujo Junior, Sandra Maria Almeida Cordeiro

Resumo


A habitação de interesse social no Brasil tem se constituído em um vasto campo de estudos, principalmente pelo contexto das cidades brasileiras frente à ação do mercado imobiliário e às políticas governamentais. Este artigo trata da habitação social em Londrina associada à lógica territorial de segregação socioespacial. A metodologia tem como base a análise de dados publicados e fornecidos pelo poder público, correlacionados a sua espacialização nas diferentes regiões da cidade. A partir da década de 1970, a aplicação de políticas habitacionais em Londrina resultou numa concentração espacial, sendo a região norte a maior em número de unidades habitacionais.

Palavras-chave


Habitação de interesse social; Segregação socioespacial; Vazios urbanos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2318-9223.2017v5n1p89

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


AS SUBMISSÕES PARA ESTE PERIÓDICO ESTÃO TEMPORARIAMENTE SUSPENSAS. DETALHES NA NOTA DO EDITOR: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/ros/index

ISSN: 2318-9223


QUALIS-CAPES: B5 - ADMINISTRAÇÃO, CONTÁBEIS E TURISMO

Indicadores e diretórios: