Logística reversa: estudo sobre a destinação de pneus inservíveis no município de Prudentópolis-Pr

Edson Luis Kuzma, Sérgio Luis Dias Doliveira, Juliana Berg, Geison Rolf Rezende

Resumo


A crescente preocupação com os problemas de ordem ambiental, a escassez de matéria-prima e as pressões ambientalistas acirram as responsabilidades das empresas quanto à forma como o mercado promove a logística reversa dos materiais. Termos como reaproveitamento, reutilização e reciclagem de materiais começam a fazer parte dos processos decisórios dos gerentes. Considerando, pois, que o pneu é um produto de difícil decomposição na natureza, seu descarte feito de forma incorreta traz prejuízos ao meio ambiente e é, potencialmente, gerador de custos às empresas. Assim sendo, o objetivo do presente estudo é buscar informações junto às empresas revendedoras de pneus e entes públicos de como é feito o processo de destinação de pneus inservíveis no Município de Prudentópolis/PR. Buscou-se informações junto às revendedoras visando identificar quais as práticas adotadas para o ciclo de desuso dos pneus e sobre o processo de logística reversa, assim como do atendimento a normas por parte do setor público, representado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Os resultados apontam para a descrição do cenário do processo de destinação de pneus inservíveis no referido município, que revelam o descumprimento das regulamentações básicas e a ausência de ações para diminuição ou saneamento do problema ambiental identificado.


Palavras-chave


Gestão ambiental; Logística reversa; Destinação de pneus.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2318-9223.2017v5n2p64

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


AS SUBMISSÕES PARA ESTE PERIÓDICO ESTÃO TEMPORARIAMENTE SUSPENSAS. DETALHES NA NOTA DO EDITOR: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/ros/index

ISSN: 2318-9223


QUALIS-CAPES: B5 - ADMINISTRAÇÃO, CONTÁBEIS E TURISMO

Indicadores e diretórios: