Desempenho Ambiental e Desempenho Econômico de Empresas Listadas na BM&FBovespa

Paulo Henrique Nobre Parente, Márcia Martins Mendes De Luca, Thamyres de Oliveira Romcy

Resumo


Em consequência da mobilização da sociedade em torno das questões ambientais, as organizações passaram a se preocupar com os impactos causados por suas atividades, adotando práticas ambientalmente sustentáveis em busca da valorização de sua imagem e legitimidade. Diante do exposto, o estudo tem como objetivo geral investigar a correlação entre o desempenho ambiental e o desempenho econômico de 48 empresas listadas na BM&FBovespa. O desempenho econômico foi representado pelo Retorno sobre o Patrimônio Líquido (Return On Equity – ROE) e pelo Retorno sobre o Ativo (Return On Assets – ROA), enquanto para o desempenho ambiental foi considerada a proporção do investimento ambiental em relação à receita total, cujos dados, referentes a 2013, foram extraídos das demonstrações financeiras e dos relatórios de sustentabilidade, modelo GRI, das empresas. Além da análise descritiva das variáveis, foram utilizados os testes estatísticos de correlação, diferença entre médias, regressão logística e regressão linear múltipla. De modo geral, os resultados da pesquisa indicam que o desempenho ambiental e o desempenho econômico não são correlacionados. Entre os achados, destaca-se que o endividamento e o nível de impacto ambiental das empresas afetam negativamente o desempenho econômico, medido pelo ROA.


Palavras-chave


Desempenho Econômico; Desempenho Ambiental; Sustentabilidade; Teoria da Legitimidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2318-9223.2015v3n2p81

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


AS SUBMISSÕES PARA ESTE PERIÓDICO ESTÃO TEMPORARIAMENTE SUSPENSAS. DETALHES NA NOTA DO EDITOR: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/ros/index

ISSN: 2318-9223


QUALIS-CAPES: B5 - ADMINISTRAÇÃO, CONTÁBEIS E TURISMO

Indicadores e diretórios: