Alinhamento entre Racionalidade Substantiva e Sustentabilidade Organizacional Social

Flávio Augusto Cella-de-Oliveira, Adriana Roseli Wünsch Takahashi

Resumo


A sustentabilidade organizacional - SO é dividida em três sustentabilidades menores: a SO econômica, SO ambiental e SO social, sendo que o presente trabalho destaca a SO social – SOS. Também é abordado o debate da racionalidade de Guerreiro-Ramos, em que se destaca a racionalidade instrumental (pautada pela lógica do cálculo e a eficiência dos resultados como fim único) e a substantiva (valorada pela ética, pelo entendimento e pelas boas práticas sociais). Por suas características infere-se a proximidade entre a SOS e a racionalidade substantiva; assim o objetivo do trabalho é discutir o alinhamento de tais fenômenos. Conduziu-se uma pesquisa empírica quantitativa, que utilizou-se da metodologia estudo de caso, que foi conduzido em um jornal. A coleta de dados foi feita através de questionários, analisados por estatística descritiva. Na organização pesquisada identificou-se um bom desenvolvimento da SOS e a predominância da racionalidade substantiva. Embora o estudo não possa afirmar a correlação entre tais fenômenos, agrega evidências a outros trabalhos que obtiveram resultados semelhantes.


Palavras-chave


Sustentabilidade organizacional social; Racionalidade substantiva.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2318-9223.2014v2n1p26

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


AS SUBMISSÕES PARA ESTE PERIÓDICO ESTÃO TEMPORARIAMENTE SUSPENSAS. DETALHES NA NOTA DO EDITOR: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/ros/index

ISSN: 2318-9223


QUALIS-CAPES: B5 - ADMINISTRAÇÃO, CONTÁBEIS E TURISMO

Indicadores e diretórios: