Correlação entre o nível de aptidão física e eventos cardiovasculares maiores em pacientes de baixo risco para doença cardiovascular

Gustavo dos Reis Marques, Luiz Gustavo Marin Emed, Ana Carolina Brandt de Macedo, Costantino Roberto Frack Costantini, Costantino Ortiz Costantini, Rafael Michel de Macedo

Resumo


Introducao: As doencas cardiovasculares sao a principal causa de mortalidade no mundo. A avaliacao de pacientes, atraves do teste ergometrico (TE), possibilita diagnosticos mais precoces, alem de estimativas prognosticas que podem ter impacto sobre estas estatisticas. Contudo, a analise aprimorada do metodo contempla, cada vez mais, outros parametros adicionais, alem da avaliacao isolada do segmento ST, dentre estes, se destaca a capacidade funcional, considerado importante marcador prognostico para portadores de doenca cardiovascular. Objetivo: Avaliar o nivel de aptidao fisica dos pacientes submetidos ao TE, no Hospital Cardiologico Costantini, e sua correlacao com eventos cardiovasculares maiores (ECAMs). Metodos: Estudo unicentrico, retrospectivo, composto de 183 pacientes, avaliados atraves de TE independente da presenca ou nao de comorbidades ou de fatores de risco de desenvolvimento de doenca cardiovascular. Para analise de fatores de risco e avaliacao dos resultados dos testes ergometricos, foram realizadas distribuicoes percentuais simples. Para comparacao entre as medias dos resultados obtidos nos testes alterados e normais, foi realizado o Teste T de student. Para verificar a correlacao entre nivel de aptidao fisica e evento cardiovascular maior, foi realizado um Teste de correlacao de Pearson bisserial. Resultados: Dos 183 pacientes incluidos no estudo, 18,58% (n=34) apresentaram teste alterado. Destes, seis evoluiram com necessidade de revascularizacao do miocardio e um sofreu infarto agudo do miocardio (IAM). A correlacao entre a capacidade funcional e ECAM foi de r =0.175. Conclusao: A capacidade funcional apresentou baixa correlacao com eventos cardiacos maiores nessa populacao.


Palavras-chave


Teste de Esforço; Condicionamento Físico Humano; Doenças Cardiovasculares

Texto completo:

PDF


ASSOBRAFIR Ciência

Email: assobrafirciencia@uel.br

EISSN: 2177-9333