Perfil epidemiológico de recém-nascidos com síndrome do desconforto respiratório e sua comparação com taxa de mortalidade

Bárbara Luiza Nascimento de Macêdo, Ingrid Nayana Matias Rebouças Leite, Tamara Martins da Cunha, Catharinne Angélica Carvalho de Farias, Valeska Fernandes de Souza

Resumo


Introdução: A síndrome do desconforto respiratório (SDR) neonatal é uma doença causada pela ausência ou pela produção insuficiente de surfactante pulmonar, sendo agravada pela imaturidade estrutural e morfológica dos pulmões e instabilidade da caixa torácica pela exagerada complacência. É uma das principais origens da falência respiratória, sendo uma das maiores causas de óbito em recém-nascidos prematuros de muito baixo peso. Objetivo: Avaliar o perfil epidemiológico de neonatos com SDR e comparar com taxa de mortalidade na unidade de terapia intensiva em um hospital da cidade de Natal/RN. Metodologia: Trata-se de um estudo quantitativo, descritivo com delineamento transversal. Amostra foi composta por 97 prontuários dos recémnascidos de ambos os sexos, com síndrome do desconforto respiratório ou desconforto respiratório de outra etiologia, internados em unidades de terapia intensiva neonatal, admitidos no período de janeiro 2016 a janeiro 2017. Foram excluídos prontuários com dados insuficientes. Para análise estatística, foi considerado um nível de significância de 95%, utilizado o Teste de normalidade de Kolmogorov Smirnov. Para comparar o peso dos recém-nascidos com a síndrome do desconforto respiratório, foi utilizado o Teste de Mann-Whitney, e, para identificar a associação entre a síndrome e o desfecho de óbito, prematuridade, uso do surfactante e gênero, foi utilizado o Teste de Qui-quadrado. Resultados: Houve relação significativa entre a síndrome e as variáveis peso, prematuridade e surfactante, apresentando P valor igual a 0,0001. Quanto à associação entre a síndrome, o óbito e gênero, não houve uma relação significativa, apresentando P valor de 0,32 e 0,98,respectivamente. Conclusão: O perfil da população estudada é constituído principalmente por recém-nascidos prematuros de baixo peso, que fizeram uso de surfactantes exógenos. O hospital estudado apresentou baixa taxa de mortalidade. 


Palavras-chave


Perfil de saúde; Recém-nascido; Síndrome do desconforto respiratório do recém-nascido;

Texto completo:

PDF


ASSOBRAFIR Ciência

Email: assobrafirciencia@uel.br

EISSN: 2177-9333