O desempenho no teste de sentar levantar entre fumantes e não fumantes

Aline Patrícia da Silva Sandi, Larissa Afonso Tonholo Costa, Marcelo Henrique de Oliveira Ferreira, Eurico Peixoto César, Patricia Maria de Melo Carvalho

Resumo


Introdução. O Teste de Sentar Levantar é um instrumento de caráter avaliativo relacionado ao desempenho físico do indivíduo e tem-se por hipótese que o tabagismo possa ser um fator de risco importante para a queda neste desempenho. Objetivo comparar os resultados obtidos no Teste de Sentar Levantar (TSL) da Cadeira de homens fumantes e não fumantes. Materiais e Métodos quarenta voluntários do sexo masculino (33,30 ± 9,44 anos) foram divididos em dois grupos; Fumantes (GF) e Não Fumantes (GNF), e foram orientados a realizarem o TSL por 2 minutos, durante três semanas consecutivas. Foram registrados os escores do TSL nos três dias para comparação intra e inter-grupos. Resultados: A ANOVA de dois caminhos com medidas repetidas no fator tempo seguida pelo Post Hoc de Bonferroni mostrou interação significativa (P< 0,05) entre os GNF e GF nos dias 01 (47,6 ± 1,9 vs. 43,5 ± 1,6 vezes), 02 (56,5 ± 1,9 vs. 48,3 ± 1,6 vezes) e 03 (59,9 ± 1,9 vs. 51,5 ± 1,9 vezes). O teste t de Student para amostras independentes detectou diferença significativa (P=0,002) no desempenho dos dois grupos (51,5 ± 7,9 vs. 59,9 ± 8,2 vezes), com melhor resultado para o GNF. Conclusão: realizar o TSL da cadeira durante três semanas promoveu um efeito de treinamento nos dois grupos estudados. Porém, o ato de fumar provocou um desempenho pior no TSL da cadeira. 


Palavras-chave


Tabagismo; Qualidade de vida; Teste de Esforço.

Texto completo:

PDF


ASSOBRAFIR Ciência

Email: assobrafirciencia@uel.br

EISSN: 2177-9333