Efeitos da tosse manualmente assistida sobre o comportamento da mecânica respiratória de pacientes intubados e ventilados artificialmente

Natália Matos Ribeiro, Thiago Brasileiro de Vasconcelos, Vasco Pinheiro Diógenes Bastos

Resumo


Objetivo: Verificar o comportamento da Tosse Manualmente Assistida (TMA) isolada ou associada à aspiração endotraqueal sobre a mecânica respiratória de pacientes intubados e ventilados artificialmente. Métodos: Foram estudados 12 pacientes intubados, sedados e submetidos à ventilação mecânica assisto-controlada, sem participação interativa com o ventilador. Os pacientes foram separados em três grupos, o primeiro submetido à TMA e a aspiração, o segundo apenas a TMA e o último a aspiração isolada. A mecânica do sistema respiratório foi mensurada antes e após a aplicação das técnicas. Resultados: Os dados evidenciaram a diminuição das pressões de pico e platô, e da resistência do sistema respiratório e o aumento das complacências e da saturação de oxigênio após a aplicação da TMA associada à aspiração traqueal ou somente a aspiração. Quando utilizada somente a TMA, foram evidenciados resultados contrários. Conclusão: A TMA foi capaz de alterar a mecânica do sistema respiratório, através do deslocamento de secreção. O uso da aspiração associada tornou possível alcançar o objetivo principal da fisioterapia respiratória: a mobilização e remoção de secreção brônquica. 


Palavras-chave


Modalidades de fisioterapia, UTI, Resultado do tratamento

Texto completo:

PDF


ASSOBRAFIR Ciência

Email: assobrafirciencia@uel.br

EISSN: 2177-9333