Comparação da distância percorrida em três modalidades do teste de caminhada de seis minutos com equações preditivas

Cinthia Barbosa da Silva, Karina Dias Gonçalves, Janne Marques Silveira, Geovane Rossone Reis, Tiago Kijoshi Ueda

Resumo


Introdução: O teste de caminhada de seis minutos (TC6) é um teste submáximo, de baixo custo, simples e bem tolerado. Avalia a capacidade pulmonar e cardiovascular de indivíduos doentes ou saudáveis. Há divergências quanto a sua aplicação em relação ao circuito que deve ser utilizado, reto ou elíptico ou na esteira mesmo que a American Thoracic Society sugira o circuito reto com comprimento de 30 metros. Outros autores sugerem dois testes para que se obtenha a maior distância caminhada, uma vez que o teste prévio permite a familiarização do indivíduo com a técnica. Para minimizar essas discordâncias quanto ao tipo de circuito, há equações preditivas de distância. Objetivo: comparar as distâncias percorridas no teste de caminhada de seis minutos em diversas modalidades com equações preditivas. Métodos: participaram do estudo 30 voluntários, com idade entre 20 e 30 anos, do gênero masculino e feminino, sedentários e hígidos, com IMC adequado que se submeteram aleatoriamente às três modalidades reta, elíptica e esteira no TC6, com um intervalo de 15 minutos entre um teste e outro. Conclusão: observou-se que, quando foram comparadas as três modalidades com as equações preditivas de Enright & Sherrill (1998), Troosters et al. (1999) e Enright et al. (2003), verificou-se que os voluntários caminharam menores distâncias na esteira em relação aos circuitos reto e elíptico (p>0,05). Todas as equações preditivas superestimam a distância caminhada pelos indivíduos, independente da modalidade do teste e do gênero.


Palavras-chave


teste de esforço, exercício, caminhada

Texto completo:

PDF


ASSOBRAFIR Ciência

Email: assobrafirciencia@uel.br

EISSN: 2177-9333