Um panorama do Movimento Ocupe Estelita: design gráfico político e possíveis conexões

Paulo Fidelis Azevedo, Eduardo A. Souza, Renata Cadena

Resumo


A partir da reflexão de três participantes do Movimento Ocupe Estelita, este artigo tem o duplo objetivo de apresentar o movimento e de analisar, com foco no design gráfico, influências de outros movimentos políticos e semelhanças com eles. Para isso, descreverá o fluxo de trabalho dos designers engajados na produção de peças gráficas, que serão analisadas e categorizadas. Tal produção será discutida a partir de relações com 1) o movimento holandês Provos acerca de procedimentos e demandas, 2) a campanha chilena contra a continuidade de Pinochet no plebiscito de 1988 retratada no filme ‘No’; e, 3) a série de protestos conhecida como Jornadas de Junho.

Palavras-chave


Design gráfico; Ativismo político; Design; Política

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2236-2207.2018v9n2Suplp217

Direitos autorais 2018 Projetica

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

 

Projética

Londrina/PR - Brasil
ISSN: 2236-2207

projetica@uel.br

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional