Desenho gráfico de cartazes como instrumento social de empoderamento feminino

Cristal Bernardi, Marcos Brod Júnior

Resumo


Este artigo resulta de interação entre o Design Gráfico e o Empoderamento Feminino, interpretando a relação do desenho de Comunicação Visual com a mudança de comportamento, atitudes e valores humanos. Foi proposto que o Cartaz sirva como instrumento social, resultando em produto voltado ao coletivo, através de comunicação que promova a Igualdade de Gênero e favoreça a promoção da afirmação feminina. Como delimitação, pesquisou-se temas que relacionam as responsabilidades sociais do Desenhador e os projetos de Comunicação Visual do Movimento Feminista, evidenciando o Cartaz como mecanismo de mobilização das mulheres. Foi criado e aplicado um Questionário Virtual de Criação Coletiva, cujas respostas fundamentaram o desenho gráfico de duas coleções de cartazes sobre e para o tema, assim como a apreciação (validação) das soluções desenvolvidas. Acredita-se que o Cartaz foi mostrado como ferramenta voltada à transformação social ao promover a Igualdade de Gênero.

Palavras-chave


Desenho gráfico; Cartaz; Empoderamento feminino

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2236-2207.2018v9n2Suplp159

Direitos autorais 2018 Projetica

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

 

Projética

Londrina/PR - Brasil
ISSN: 2236-2207

projetica@uel.br

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional