A instauração de signos na produção artesanal da Cooperativa Arteza: o artesão como vetor simbólico de sua produção

Mariana Santana de Oliveira, Wellington Gomes de Medeiros

Resumo


Este artigo apresenta resultados iniciais de uma pesquisa em desenvolvimento referente ao estudo da relação entre o artesão e a produção artesanal na Cooperativa Arteza, na cidade de Cabaceiras-PB. O estudo tem como objetivo investigar os signos estabelecidos pelos trabalhadores da produção de acordo com as mudanças na produção desde o início da cooperativa. A pesquisa é de cunho bibliográfico, complementada com a aplicação de entrevistas com os artesãos. O artigo conclui indicando perspectivas sobre como a produção de signos interage com a produção ligada às representações do modo de viver dos artesãos, podendo sofrer alterações conforme as pessoas e seus processos produtivos se modificam e determinam novos meios da produção.

Palavras-chave


Signos; Produção Artesanal; Artesão; Artesanato

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2236-2207.2020v11n1p245

Direitos autorais 2020 Projetica

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

 

Projética

Londrina/PR - Brasil
ISSN: 2236-2207

projetica@uel.br

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional