A influência do contexto histórico na forma e semântica dos produtos – abordagem exploratória em cadeiras brasileiras de 1950 a 2000.

Frederico Mendes Teixeira, Juliana Martins de Souza

Resumo


Este trabalho buscou estabelecer paralelos entre o contexto histórico de uma era e sua influência sobre o design de produtos. Verificou-se que a disponibilidade de tecnologia impacta diretamente nos padrões estéticos do produto e que a visão é principal sentido utilizado na percepção pois, através dela, o usuário estabelece conjecturas acerca do objeto. Partindo destes princípios, foi elaborada uma pesquisa exploratória para verificar se as características formais e simbólicas de um produto são condizentes com as mesmas do contexto histórico de sua concepção. Utilizou-se como recorte histórico o Brasil entre os anos 1950 e 2000. Para cada década, foram selecionadas duas características-chaves e uma cadeira representativa do contexto. O procedimento consistiu de entrevistas com 30 usuários, que compararam as características das décadas com as imagens das cadeiras. Os resultados apontam que, apesar de haver influência da capacidade técnico-produtiva sobre a estética da cadeira, a percepção visual traz interpretações  que não são necessariamente relativas à época de concepção. As associações semânticas estabelecidas pelo usuário são fruto do contexto dos mesmos, e não do contexto do objeto.


Palavras-chave


Design de Produto; Percepção; Design de Móveis

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2236-2207.2015v6n3p33

Direitos autorais 2016



 

Projética

Londrina/PR - Brasil
ISSN: 2236-2207

projetica@uel.br

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional