Reforço e recompensa: a Gamificação tratada sob uma abordagem behaviorista

Graciela Sardo Menezes, Laryssa Tarachucky, Roger Costa Pellizzoni, Richard Perassi, Marília Matos Gonçalves, Luiz Salomão Ribas Gomez, Francisco Antonio Pereira Fialho

Resumo


O presente artigo apresenta o conceito de gamificação e explora a contribuição da filosofia da ciência do comportamento expressa no behaviorismo radical para o processo criação de envolvimento com o usuário. Neste sentido, os dados coletados são apresentados em duas sessões. A primeira apresenta os dados bibliográficos que justificam e conceituam o termo gamificação, enquanto a segunda expõe sua relação com o behaviorismo radical de Skinner. 

 

 


Palavras-chave


Gamificação; Behaviorismo; Condicionamento Operante;

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2236-2207.2014v5n2p9

Direitos autorais



 

Projética

Londrina/PR - Brasil
ISSN: 2236-2207

projetica@uel.br

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional