A importância da criatividade no trabalho artesanal dos grupos produtivos de um programa de Economia Solidária

Seila Cibele Sitta PRETO, Francisco Antônio Pereira FIALHO, Luiz Fernando Gonçalves FIGUEIREDO

Resumo


No mercado de trabalho a competitividade é muito grande e excludente, deixando muitas pessoas sem emprego. O governo tem o papel de distribuir da renda por meio de programas governamentais. A economia solidária proporciona uma forma diferente de trabalho e renda dentro de condições de desemprego ou situação de vulnerabilidade social. Portanto, este artigo apresenta alguns grupos produtivos da economia solidaria com seus respectivos produtos solidários. Diante deste contexto, este trabalho pretende discorrer sobre o tema da criatividade e potencial criativo, sobre o contexto da economia solidária e a apresentação de grupos produtivos e seus trabalhos de produtos solidários. A pesquisa tem como questão norteadora: Como a criatividade pode potencializar o trabalho artesanal dos grupos produtivos solidários? Este artigo tem como objetivo mostrar como a criatividade pode valorizar e diferenciar o trabalho dos grupos produtivos de um programa de Economia Solidária.

Palavras-chave


Criatividade; Economia solidária; Grupos produtivos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2236-2207.2012v3n1p49

Direitos autorais



 

Projética

Londrina/PR - Brasil
ISSN: 2236-2207

projetica@uel.br

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional