Política social neoliberal: expressão da necessária relação estado/capital em tempos de crise estrutural do capital

Bráulio Roberto de Castro Loureiro, Danielle Cristine Ribeiro

Resumo


Este artigo pretende analisar as características principais das políticas sociais em tempos de neoliberalismo tendo como pano de fundo a necessária relação entre Estado e capital. O Estado, constituído sobre a base material do capital, configurou-se como estrutura de comando político que age sobre as contradições do sistema do capital. A partir de tal relação, afirmamos que pensar a face neoliberal das políticas sociais do Estado atualmente é pensar a existência de um Estado máximo, a favor do capital, já que o Estado, cumprindo sua função política essencial, retira-se da oferta de grande parte dos serviços públicos e abre novos campos para a exploração capitalista em tempos de crise estrutural do capital.


Palavras-chave


Políticas sociais; Neoliberalismo; Estado; Capital.

Texto completo:

PDF

Referências


ARRUDA, Marcos. Dívida externa: para o capital, tudo; para o social, migalhas. Petrópolis: Vozes, 1999.

BANCO MUNDIAL. Educación media en el Paraguay: logros, opciones y desafios. Washington, DC, 2008. Disponível em:. Acesso em: 9 jun. 2011.

______Prioridades y estrategias para la educación. Washington, DC, 1996. Disponível em: . Acesso em: 12 jun. 2011.

BOITO JUNIOR, Armando. Política neoliberal e sindicalismo no Brasil. São Paulo: Xamã, 1999.

BRASIL. Ministério do desenvolvimento social. Bolsa família. 2011. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2011.

CANO, Wilson. Soberania e política econômica na América Latina. São Paulo: Unesp, 2000.

COMBLIN, José. O neoliberalismo: ideologia dominante na virada do século. Petrópolis, RJ: Vozes, 1999.

DEL ROIO, Marcos. O governo Lula e a derrota da esquerda. Outubro, São Paulo, n. 10, p. 69-88, 2004.

FILGUEIRAS, Luiz A. M. A economia política do governo Lula. Rio de Janeiro: Contraponto, 2007.

HARVEY, David. Neoliberalismo: história e implicações. São Paulo: Loyola, 2008.

MÉSZÁROS, István. Para além do capital: rumo a uma teoria da transição. São Paulo: Boitempo, 2002.

PAULA, Ana Paula Paes de. Por uma nova gestão pública: limites e potencialidades da experiência contemporânea. Rio de Janeiro: FGV, 2007.

SAVIANI, Dermeval. Da nova LDB ao novo plano nacional de educação: por uma outra política educacional. 3. ed. Campinas: Autores Associados, 2000.

TONET, Ivo. Educação, cidadania e emancipação humana: crítica da colocação da cidadania como objetivo maior da educação e proposta de substituição pela categoria da emancipação humana. Marília: UNESP, 2001.

VIANNA, Maria Lucia Teixeira Werneck. A nova política social no Brasil: uma prática acima de qualquer suspeita teórica? Praia Vermelha: estudos de política e teoria social, Rio de Janeiro, n. 18, p.120-144, jan./jun. 2008.

WOOD, Ellen Meiksins. A separação entre o “econômico” e o “político” no capitalismo. In: ______Democracia contra capitalismo: a renovação do materialismo histórico. São Paulo: Boitempo, 2003. p. 27-50.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2011v16n1p292

Direitos autorais 2020 Mediações - Revista de Ciências Sociais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International