Juventudes e o mundo do trabalho: confinamento e a busca por pontes possíveis

Alexandre Bárbara Soares

Resumo


Este artigo procura discutir a questão da juventude e inserções no mundo do trabalho a partir da relação entre duas perspectivas: o isolamento e o confinamento. O território de análise é a cidade do Rio de Janeiro. Procuro discutir as diferentes visões dos jovens de baixa renda de um grande território urbano brasileiro acerca de suas possibilidades de inserção no mundo do trabalho, tendo como eixo central as mudanças e novas configurações deste universo, com ênfase nos aspectos do isolamento e confinamento. O artigo nasce de reflexões conceituais a partir de uma pesquisa composta por entrevistas e grupos focais junto a jovens de cinco das maiores comunidades de baixa renda da cidade.


Palavras-chave


Juventude; Trabalho; Isolamento; Políticas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2011v16n1p222

Direitos autorais

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br


Creative Commons License

 

Todos os artigos científicos publicados em mediacoes@uel.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons