A construção da noção de espaço público: notas de leituras sobre a construção do espaço público burguês

Ricardo de Jesus Silveira

Resumo


Este artigo trata da noção de espaço público construído no Estado moderno a partir do desenvolvimento da sociabilidade capitalista. Salienta o caráter heterônomo das práticas que se desenvolvem nesse espaço, determinadas pela lógica do mercado, como um desvirtuamento do caráter democrático que as pressupõem, e, de passagem, aponta para o equívoco da alternativa socialista que redundou no Estado totalitário. Finalmente, o artigo busca mostrar os sinais de transformação da esfera pública como resultado da falência do Estado de Bem Estar Social, fenômeno que aponta para as possibilidades de redefinição do espaço público como espaço democrático.


Palavras-chave


Espaço público; Democracia; Cidadania.

Texto completo:

PDF

Referências


CHAUÍ, M. Cultura e Democracia. São Paulo, Brasiliense, 1990.

CHAUÍ, M. "Público privado e despotismo". In: NOVAES, A. Ética. São Paulo, Companhia das Letras, 1992.

COSTA, S. "Esfera pública, redescoberta da sociedade civil e movimentos sociais no Brasil". Novos Estudos CEBRAP, São Paulo, n° 38, 1994.

HABERMAS, J. Mudança estrutural da Esfera Pública. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1984.

HOBBES, T. Leviatã. São Paulo, Abril Cultural, 1979.

LEFORT, C. A invenção democrática, os limites do totalitarismo. São Paulo: Brasiliense, 1987.

MARSHALL, T.H. Cidadania, classe social e status. Rio de Janeiro, Zahar: 1967.

OLIVEIRA, F. "O surgimento do antivalor". Novos Estudos CEBRAP, São Paulo, n. 22, 1988.

PRZEWORSKI, A. & W ALLERSTEIN, M. "O capitalismo democrático na encruzilhada". Novos Estudos CEBRAP, São Paulo, n. 22, 1988




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.1996v1n1p24

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International