Azevedo Amaral e a crítica ao regime liberal-democrático no Brasil

João Lima de Carvalho

Resumo


O objetivo deste trabalho será apresentar, através de uma seleção de trechos da obra de Azevedo Amaral, sua visão do processo político na República Velha até a Revolução de 30, e, desta, até o Estado Novo. A preocupação é mostrar de que forma o autor interpreta, no período, a relação das instituições democrático-liberais com a realidade brasileira e, à luz desta interpretação, apresenta sua proposta de uma organização política alternativa. Mais precisamente, trata-se de, centrando-se de forma privilegiada no tema da participação política, apresentar alguns dos dilemas da cidadania política naquele período da nossa história.


Palavras-chave


Cidadania; Participação; Eleição; Ordem autoritária; Ordem liberal; Brasil.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.1997v2n1p35

Direitos autorais

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br


Creative Commons License

 

Todos os artigos científicos publicados em mediacoes@uel.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons