A problemática da história no debate "modernidade versus pós-modernidade": os impactos sobre as noções de fragmentação e globalização

Simone Wolff

Resumo


Este artigo parte da premissa de que os povos e suas culturas estão sendo incorporados num processo civilizatório totalitário e unificador o qual engendra situações extremamente conflitantes e antagônicas. Esse estado de coisas, já a algum tempo, está suscitando importantes debates teóricos os quais emergem de duas raízes epistemológicas distintas: aquela que entende o momento atual como integrante de um dado processo histórico, representado uma continuidade de algo que foi semeado nos albores da modernidade; e uma outra que o entende como uma desconexão radical com a ordem moderna, sendo impossível qualquer explicação processual sobre o mesmo visto que esse representa antes uma descontinuidade do que uma continuidade com tal status quo. Nesse ensaio pretendemos discutir algumas implicações que esse debate levanta.


Palavras-chave


Modernidade; Pós-modernidade; História; Globalização; Fragmentação; Materialismo-histórico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.1997v2n1p9

Direitos autorais

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br


Creative Commons License

 

Todos os artigos científicos publicados em mediacoes@uel.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons