Agricultura familiar no Brasil: uma revisão teórica

Luciana Cristina Moura Zangaro

Resumo


O presente trabalho teve por objetivo fazer uma revisão teórica sobre o tema da agricultura familiar. Para isso, buscamos as diferentes análises feitas por vários autores, no período que vai de 1960 até os dias atuais, de acordo com o contexto em que o tema estava sendo discutido. Partimos do debate polêmico das teses feudalismo x capitalismo, passando pela questão da produção familiar na década de 70 e 80 onde foram privilegiados alguns aspectos estruturais como o desenvolvimento do capitalismo no campo, o processo de acumulação de capital e os reflexos das transformações capitalistas para a produção familiar. Em seguida o debate sobre a "funcionalidade" da pequena produção que gerou muitas controvérsias, e, finalmente, uma síntese das análises feitas à partir dos anos 90 sobre a agricultura familiar, enfocando o papel e os espaços desta no sistema capitalista.


Palavras-chave


Campesinato; Pequena produção; Agricultura familiar; Agricultura brasileira; Capitalismo.

Texto completo:

PDF

Referências


BRAMOVAY, R. De camponeses a agricultores: paradigmas do capitalismo agrário em questão. Campinas, 1990, (tese de doutorado/UNICAMP).

CRAVO, V. Z. Lavoura de fumo em Irati: a produção familiar e capitalismo. Curitiba, Estante PARANISTA 17, 1982.

CORBUCCI, R. C. Algumas reflexões sobre o Programa Nacional de Agricultura Familiar. Reforma Agrária. Revista da ABRA, 2-3 (25), maidez! 1995. pp. 178-184.

DAL-ROSSO, S, SALIM, C.A. Pequana produção e custos de reprodução da Força de Trabalho: críticas e hipóteses alternativas. Brasília, UnB, Série Sociológica, n.21, 1980.

DELGADO, G. da C. Pequenos produtores, política agrícola e política agrária. Brasília, IPEA, s.d.

GARCIA JR., A. R. Terra de trabalho: trabalho familiar de pequenos produtores. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

GRAZIANO DA SILVA, J. Estrutura agrária e produção de subsistência na agricultura brasileira. São Paulo, HUCITEC, 1980.

GUIMARÃES, AP. Quatro Séculos de Latifúndio. R. J.: Paz e Terra, 1968.

KAGEYAMA, A, BERGAMASCO, S. M. P. A estrutura da produção no campo em 1980. Rev. Perspectivas, São Paulo, 12/13: 55-72, 1989/90.

KAGEYAMA, A A e SILVA, J. G. da. Tecnologia e Campesinato: o caso brasileiro. Rev. de Economia Política. v.3, n.4, out./dez. 1983 p.21-56.

____ "O novo padrão agrícola brasileiro: Do complexo rural aos com¬ plexos agroindustriais.". In.: DELGADO, G. (org.) Agricultura e Polí¬ ticas PúbLicas. Série IPEA, n.l27, Brasília, IPEA, 1990. pp. 113-223.

KAUTSKY, K. A questão agrária. 3.ed., São Paulo, Proposta Editorial, 1980.

LACERDA, G. N. de. Capitalismo e produção familiar na agricultura brasileira. São Paulo, USP/IPE, 1985.

LAMARCHE, H. (cood.) A agricultura familiar. Campinas. Ed. UNICAMP, 1993. 336p.

LEIDKE, E. R. Capitalismo e Camponeses: relação entre indústria e agricultura na produção de fumo do Rio Grande do Sul. Brasília, UnB, 1977. (Tese de Mestrado). Mimeo.

LEITE, S. P. A pequena produção e o quadro recente da agricultura brasileira. Rev. Perspectivas. S.P., 12113: 31-53, 1989/90.

LÊNIN, V. I. Capitalismo e Agricultura nos EUA: novos dados sobre as leis de desenvolvimento do capitalismo na agricultura. S.P., Ed. Brasil Debates, 1980.

____ O desenvolvimento do capitalismo na Rússia: o processo de formação do mercado interno para a grande indústria. São Paulo: Abril Cultural, 1992.

LOUREIRO, M. R. G. Parceria e capitalismo. Rio de Janeiro, Zabar, 1977. 135p. (Biblioteca de Ciências Sociais).

MARfINS, J. S. Capitalismo e Tradicionalismo: Estudo sobre as contradições da sociedade agrária no Brasil. S.P., Pioneira, 1975.

____O cativeiro da terra. São Paulo, Ciências Humanas, 1979. 157p. (Brasil Ontem e Hoje, 6).

MARX,K.O capitaL: crítica da economia política. São Paulo: Abril Cultural, Livro 3,1984. MOREIRA, R. J. Agricultura Familiar e Assentamentos Rurais: Competitividade, tecnologia e integração social. 1995, mimeo.

OLIVEIRA, F. A economia brasileira: crítica à à razão dualista. São Paulo, CEBRAP, 1975. (Seleções CEBRAP, 1).

PALMEIRA, M. Latifundium et capitalisme; lecture critique d'un débat. Université de Paris, Faculté de Lettres de Sciences Humaines, Paris, 1971. 168p.

PINSKY, J. (org.) Capital e trabalho no campo. S.P., HUCITEC, 1977. PRADO JR, C. A revolução brasileira. 2.ed. São Paulo, Brasiliense, 1966.

RIZZI, A. T. O capital industrial e a subordinação da pequena produção agrícola: o complexo avícola no sudoeste paranaense. Curitiba, 1984. Dissertação de Mestrado, mimeo.

ROSA, S. L. C. Os desafios do PRONAF. Refonna Agrária. Revista da ABRA, 2-3 (25), mai-de:zJ 1995. pp.185-l92.

SANDRONI, P. Questão agrária e campesinato: a funcionalidade da pequena produção mercantil. São Paulo, Polis, 1980.

SANTOS, J. V. T. Colonos do Vinho: estudo sobre a subordinação do trabalho camponês ao capital. São Paulo, HUCITEC, 1979. 182p. (Ciências Sociais; Realidade Social).

SILVA, S. "Formas de acumulação e desenvolvimento do capitalismo no campo". In.: PINSKY, J. (org.) Capital e Trabalho no Campo. São Paulo: HUCITEC, 1977. pp.7-24.

SORJ, B. Estado e Classes Sociais na Agricultura Brasileira. R. J., Zahar, 1980.

____ POMPERMAYER, M. & CORADINI, O. Camponeses e agroindústrias: transformação social e representação na avicultura brasileira. R. I., Zahar, 1982.

SOUZA, P. R. Salário e mão-de-obra excedente. In.: Estudos CEBRAP, 25/jan.,1978.

URBAl"lO, F. Exportar é o que Importa, ou o que Importa é Exportar? Avaliação das Políticas do Governo Federal para a Agricultura Familiar Brasileira. Anais do XXXV Congresso Brasileiro de Economia e Sociologia Rural. ago.! 1997. pp.18-37.

VEIGA. I. E. O desenvolvimento agrícola: uma visão histórica. São Paulo: HUCITEC, 1991. VELHO, O. G. Capitalismo autoritário e campesinato; um estudo comparativo a partir da fronteira em movimento. São Paulo, DIFEL. 1976. 261p. (Corpo e Alma do Brasil.)

VINHAS, M. Problemas Agrário-Camponeses do Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira. 1972. 335p.

WANDERLEY, M. N. B. O camponês: um trabalhador para o capital. In: Cadernos de Difusão Tecnol6gica, voI.2.n.1. jan/abr. 1985. pp. 13¬ 78.

____ A agricultura familiar no Brasil: um espaço em construção. Reforma Agrária. Revista da ABRA, 2-3 (25), mai-dezI1995. pp.37¬ 57.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.1998v3n2p15

Direitos autorais 2020 Mediações - Revista de Ciências Sociais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International