Educação de meninos e meninas de rua em Londrina

Clarice Junges, Rosalice Santiago Eugenio

Resumo


O texto aborda a história do atendimento às crianças e adolescentes pobres no Brasil e em Londrina. Descreve o contexto social da cidade e analisa a atuação do poder público municipal junto aos meninos de rua nas gestões 1993-1996 e 1997-2000, apontando semelhanças e diferenças na maneira de conceber e conduzir o trabalho. Prioriza o olhar dos próprios meninos sobre os programas e projetos a eles destinados, concluindo que os mesmos não atendem às necessidades dessa população porque, objetivamente, buscam atender aos interesses políticos, econômicos e sociais dominantes. Avalia, ainda, que os métodos libertários propostos por educadores como Paulo Freire, Cesare La Rocca, Antonio Carlos Gomes da Costa, entre outros, são os que mais se aproximam da realidade e, conseqüentemente, das soluções efetivas para o problema social em questão.


Palavras-chave


Criança; Adolescente; Educação; Exclusão social

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2001v6n1p197

Direitos autorais 2020 Mediações - Revista de Ciências Sociais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International