O curso de ciências sociais também é como um lago

Edmilson Lopes Júnior

Resumo


Este artigo é uma contribuição ao debate sobre a reforma curricular dos cursos de Ciências Sociais no Brasil. Tomando como referência a metáfora do lago, utilizada por Charles Tilly para pensar a formação de uma cultura democrática, procuramos pensar os diversos elementos constitutivos de uma nova prática acadêmica nas Ciências Sociais.


Palavras-chave


Currículo; Prática pedagógica; Ciências sociais no Brasil; Projeto de curso.

Texto completo:

PDF

Referências


DORNO. Sérgio. Os aprendizes do poder: o bacharelismo na Política Liberal. São Paulo: Paz e Terra. 1988.

ALEXAN DER. Jeffrey C. A importância dos clássicos. In: GIDDENS. Anthony; TURNER. Jonathan (Orgs.). Teoria Social Hoje. São Paulo: UNESP. 1999.

BARRERE. Anne: MARTUCCELLI, Danilo. A escola entre a agonia moral e a ação ética: Educaçâo & Sociedade. v.22. n. 76. p.258-277, 200I.

BERMAN. Marshall. Tudo que é sólido desmancha no ar: a aventura da modernidade. São Paulo: Companhia das Letras. 1986.

BOURDIEU. Pierre. A Reprodução: eleme otos para uma teoria do sistema de ensino. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1975. O Poder Simbólico. Rio de Janeiro: Difel, 1989.

BRASIL. Parecer CNE/CP 009/2001. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior. Disponíve l no site: . Acesso em : jul. 2001a.

BRASIL. Parecer CNE/CP 28/2001. Dá nova redação do Parecer CNE/CP 21/20001, que estabelece a duração e a carga horária do curso de Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena. Disponível no site Acesso em julho de 2001b.

CALVINO. Ítalo. Palomm: São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

CASTELLS. Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999a.

_______ _ _. O poder da identidade. São Paulo: Paz e Terra , 1999b.

CLlFFORD. James. Las culturas de i viaje. Revista de Occidente , n.160, p. 45-74, 1995.

DAMATA. Roberto. Individualidade e liminaridade: considerações sobre os ritos de passagem e a modernidade. Mana: Estudos de Antropolog ia Social. v.6 . n. l . p.07 -29. 2000.

DAY. Christopher. Teachers in the Twenty-first century: time to renew the vision. Teachers and Teaching : theory and practice. v.6, n.l, p.101-115. 2000.

DUMAS. Brigitte. Les savoirs nômades. Sociologies et Sociétés, v.3 1, n. I, p.51¬ 62. 1999.

FEATHERSTONE, Mike. Deslanche da Culfura: globalização. pós-modernis¬mo e identidade. São Paulo: Studio Nobel. 1997.

FIÚZA. Guilherme. PHD em panfletagem. Disponível em: www.no.com.br . Acesso em: dez. 2001.

FRANCO. Augusto de . Uma guerra contra a democracia: as conseqüências do 'Estado de Guerra ' instaurado pela campanha americana contra o terrorismo. Disponível em: www.no.com.br. Acesso em: dez. 2001.

GARCIA. Sylvia Gemignani. A questão da universidade e da formação em ciências sociais. Tempo Social, v. 12. n.1. p. 123-140. 2000.

GEERTZ. Clifford. Blurred genres: refiguration of social thought. American Scholar. v.49, p. 165-179, 1980.

GHIRALDELLI Jr. , Paulo. Treze " Teses" Sobre a Pós-graduação no Brasil em Filosofia. Ciêllcias Sociais e Educação. Disponível em: www.pauloghiraldelli.pro.br . Acesso em: nov. 2001.

GIDDENS. Anthony. Sociologia: uma breve porém crítica introdução. Rio de Janeiro: Zahar. 1984.

_______. As conseqüências da modemidade. São Paulo: UNESP. 1993.

GIRI, Ananta Kumar. The calling of a creative transdisciplinarity. Futures, v.3-t n.1. p. 1 03-115 , 2002.

GIROUX. Henry. Slacking Off: Border Youth and Postmodern Educati o. Disponível em: www.gseis.ucla.edu/ . Acesso em: jul. 2000.

HARVEY, David. Condição Pós Moderna. São Paulo: Loyola. 1993.

HELLER. Agnes. De la hermenémica en las ciencias sociales a la hermenêutica de las ciencias sociales. IN: HÉLLER. Agnes : FEHÉR. Ferenc . Politicas de las postmodernidad: ensayos de critica cultural. Barcelona: Península . 1989.

IANNI. Octavio. Insondável Travessia (Rocco e seus irmãos). Lua Nova. n.-I8. p.23 3-238. 1999.

INTRODUCTION-The fragmentation of sociology. Journal of Classical Sociology.'". v.I, p.05-12. 200I.

KLAASSEN. Cess A. Teacher pedagogical competence and sensibility. Teachers and Teaching: theory and practice. v.18. n.1. p.151-158, 2002 .

KRITSCH. Raquel. Maquiavel e a construção da política. Lua Nova. N. 53. P.181-190, 2001.

KOUTSELlNI. Mary. Comemporary Trends and Perspectives of the Curricula: towards a meta-modem parndigm for curriculum Studies, v.5, n.l, p.87-101, 1997.

LASH. Scott. A refl exividade e seus duplos. In: GIDDENS. Anthony, BECK, Ulrich; LASH. Scott. Modernização reflexiva. São Paulo: UNESP, 1997.

LENARDÃO. EIsio. Violência como desvio social. Mediações, v.5, n.2, p.18S210. 2000.

LEIS. Hector Ricardo. A tristeza de ser sociólogo no século XXI. Dados, v.1. n.4, p.737-760.2000.

LOPES Jr. Edmilson. A construção social da cidade do prazer: Natal. Natal: EDUFRN.200 1. MARTINS. José de Souza. Reforma Agrári a: o impossível diálogo sobre a História possível. Tempo Social. v. 11 , n.2. p.97-J28. 2000.

MASSEY. Doreen : JESS. Pat (Orgs.). A place in world? the New York: Oxford University Press. 1995.

MENEN. Max. Van. On the epistemology of reflective practice. Teachers and Teaching: theory and practice. v. 1. n.l, p.33-50, 1995.

_____________ . The pathic principie of pedagogical language. Teachers and Teaching: theory and practice, 1'.18, n.l , p.215-224, 2002.

MICELl. Sergio (Org.). O que ler na ciência social brasileira: antropologia. São Paulo: Sumaré. 1999a.

_________ O que ler na ciência política brasileira: sociologia. São Paulo: Sumaré . 1999b.

_________O que ler na ciência política brasileira: política . São Paulo: Sumaré. I999c .

MORENO. Montserrat. Como se ensina a ser menina: o sexismo na escola. Campinas: UNICAMP. 1999.

NAVARRO. Zander. MST: decifrar é preciso. Disponíve l no site: www.cevep.ufmg.br/bacp. Acesso em: jul. 2001 .

POLANYI. Karl. A grande trasnformação. Rio de Janeiro: Campus, 1980.

REIS. Elisa P. As ciências sociais e o bug do milênio. RBCS, v. 14, n. 39. p. 05-11. 1999. REZENDE, Lucinéa A. de ; BALTAR, Ronaldo. Ensino e pesquisa: uma proposta para o curso de Ciências Sociais. Mediações, v.5, n.l , p.147-156, 2000.

REZENDE. Maria José de. Mudança social no Brasil: a contrução de um ideário conservador. Tempoo Social. v.1O. n.2. p. 159-189. 1998.

_______. A cultura politica brasileira na obra de Machado de Assis. Boletim Centro de Letras e Ciências Humanas. Londrina. N.39, p.79-4, 2000.

SAWYER. Andrew. Long live postdisciplinary studies! Sociology and the curse of disciplinary parochialism/imperialism. Disponível em www.comp.lancaster.uk/sociology/soc025as.html: Acesso jul. 2000.

SCHWARZ. Roberto. Um mestre na periferia do capitalismo. Machado de Assis. São Paulo: Duas Cidades. 1992.

STORPER. Michael. The poverty of Radical Theory Today: From the false Promises of Marxismo to the Mirage of Cultural Turn. International Journal of Urban na Regional Regional Research. v.23, n.l. p.155-179. 200 I.

THOMPSON. John B. A mídia e a modemidade: uma teoria so ial da mídia. Petrópolis: Vozes, 2000.

TILLY. Charles. La democracia es um lago . Disponível em: . Acesso em: maio 2000.

TOMASSINO. Kimiye; JEOLÁS, Leila Sollberg. O trote como ritual de passagem: o universal e o particular. Mediações, v.5. n.2. p.29-49, 2000.

TOMAZZI. Nelson Dácio. Sociologia da Educação. São Paulo: Atual. 1997.

VIANA. Luis Werneck. Weber e a interpretação do Brasil. Disponível em: . Acesso em: jul. 200l.

VILLAS-BOAS,Gláucia. A recepção da Sociologia alemã no brasil. Disponivel em Acesso em: jul. 2001.

ZUIN. João Carlos S. Sobre a idéia de mundo. Mediações. v.3, n. 1. p.38--43. 1998.

ZUKIN. Sharon. Landscapes of Power: From Detroit to Disney World. Los Angeles: University of California Press, 1991.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2001v6n2p179

Direitos autorais 2020 Mediações - Revista de Ciências Sociais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International