Organizaciones vecinales: el barrio como fuente de identidad política

José Miguel Candia

Resumo


O artigo busca pôr em questão a fragilidade dos movimentos sociais de bairros em face do processo de globalização econômica nos termos do liberalismo. Trata-se de demonstrar que os movimentos de bairro, pelo caráter localizado e particularizado de sua emergência e alcance não logram imprimir mudanças significativas que possam questionar os processos de transformações em curso.


Palavras-chave


Movimentos sociais de bairro; Globalização e liberalismo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2002v7n1p167

Direitos autorais

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br


Creative Commons License

 

Todos os artigos científicos publicados em mediacoes@uel.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons