MRIT: rede integrada metropolitana de trabalho

Doacir Gonçalves de Quadros, Letícia Clément Figueira Moutinho, Fernando Kulaitis

Resumo


O presente artigo analisa uma dimensão particular do espaço urbano percebida em relações socioeconômicas e espaciais referentes à população de baixa renda de Curitiba e sua Região Metropolitana. Percebendo os mecanismos da relação estabelecida entre essa população, em particular da RMC, e a capital, discutimos a Rede Integrada de Transporte Metropolitano como elemento fundamental para a dinâmica urbana a partir da relação entre equipamentos coletivos, trabalhadores, emprego e ações do Estado. A partir da constatação da concentração de atividades produtoras e geradoras de emprego em Curitiba e da oferta de terras a menor valor na Região Metropolitana podemos analisar as relações de produção como elemento privilegiado do meio urbano em que se evidencia um processo de exclusão social e integração de mão-de-obra.


Palavras-chave


Sistema de transporte coletivo; Periferização urbana; Relações de trabalho.

Texto completo:

PDF

Referências


GÃO, Wagner de Alcantara. Usuários têm que pagar mais de uma passagem para chegar à capital. Gazeta do Povo, Curitiba, 5 maio 2001. p.16.

BEGA, Maria Tarcisa Silva. A Região Metropolitana de Curitiba e as mobilizações populares: análise de algumas experiências recentes. Revista Paranaen se de Desenvolvimento, Curitiba, n.96, p.33-48, maio/ago. 1999.

BERTOLDI, Andréa. Liminar bloq ueia expansão de indústrias em Piraquara. Jornal do Estado, Curitiba, 5 abr. 2000. p.8.

CASTELLS, Manuel. La question urbana . Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

CODESUL. Os migrantes na área metropolitana de Curitiba. Curitiba, 1979.

COMEC. Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba. Plano de desenvolvimwto integrado: organização espacial. Curitiba, [198-] .

____lnformações e Mapas temáticos da RMC. Curitiba, 1994.

____Metrópolis em revista: nº I. Curitiba, 2000.

CURITIBA. Prefeitura Municipal. Disponível em: Acesso em: 25 se!. 2000.

FERREIRA, Angela Duarte Damasceno. Agriculteurs et agro-industries: stratégies, adaptations et conflits. Étude de cas au Paraná, sud du Brésil. Paris, 1994. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade de Paris III, Sorbonne Nouvelle.

FUNDAÇÃO PEDROSO HORTA. lnformativo sobre a RMC. Curitiba, 1997.

GARCIA, Fernanda Ester Sánchez . Curitiba revisitada : alguns elos para a compreensão da imagem construída. In : _____. Cidade espetáculo. Curitiba: Palavra, 1997 . p.21-45.

IBGE. Censo 2000. Disponível em www.ibge.gov.br: Acesso em: 14 jan. 2002.

IPPUC. Curitiba em Números. Curitiba, 1999.

KLEINLKE, Maria de Lourdes U.; DESCHAMPS, Marley. Para onde seguem os migrantes paranaenses? Coluna IPARDES. Curitiba, 3 1 de outubro de 1999. Disponível em: Acesso em: 27 set. 2000.

KOWARICK, Lú cio. A espoliação Urbana. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979 .

____Escritos urbanos. São Paulo: 34, 2000.

LOJKINE, Jean. O papel do Estado na urbanização capitalista. In: FORTI, Reginaldo (Org.). Marxismo e urbanismo capitalista. São Paulo: Editora Ciências Humanas, 1979. p.15-52. (Série Textos Críticos)

MOURA, Rosa ; ULTRAMARI, Clóvis. Retrospectiva demográfica da Região Metropolitana de Curitiba. In: ______. (Org.) Metrópole - Grande Curitiba: teoria e prática. Curitiba: IPARDES, J994. p.l-19

RIBEIRO, Luiz César Q. Espaço urbano, mercado de terras e produção da habitação. In: SILVA, L. A Machado (Org). SoLo Urbano: tópicos sobre o uso da terra. Rio de Janeiro: Zahar, 1982. p.29-48.

SINGER, Paul. O uso do solo urbano na economia capitalista. In : MARICATO, Ermínia (Org.). A produção capitaLista da casa (e da cidade) 110 BrasiL Industrial. São Paulo: Alfa Omega, 1979. p.21-36.

VETTER, David M; MASSENA, Rosa M. R. Quem se apropria dos benefícios líquidos dos investimentos do Estado em infra-estrutura urbana?: uma teoria de causação circular. In: SILVA, L. A. Machado. Solo urbano: tópicos sobre o uso da terra. Rio de Janeiro: Zahar, 1982. p.49-78.

URBS. Gerência de Operação do Transporte Coletivo. Setor de Controle e Estatística. Resumo Evolução. Curitiba, 2000.

WEBER, Max. Sociologia da dominação. In: ______. Economia e Sociedade: fundamentos da sociologia compreensiva. Brasília: Ed . da UNB , 1999. p.529¬ 544.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2002v7n2p63

Direitos autorais 2020 Mediações - Revista de Ciências Sociais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International