O padrão de carreira política dos deputados federais da Arena baiana: trajetórias estáveis e lealdades pessoais

Rafael Machado Madeira

Resumo


O presente artigo visa analisar o grau de coesão partidária da ARENA baiana tendo como fio condutor o exame dos padrões de carreiras políticas dos deputados federais do partido eleitos sob o bipartidarismo. Para mensurar o grau de coesão, tomar-se-ão como variáveis dados referentes às trajetórias partidárias dos parlamentares. Assim, aspectos como o número de migrações partidárias, o tempo de filiação anterior à conquista de um mandato na Câmara dos Deputados e o número de cargos e de mandatos ocupados, serão tomados como parâmetro para a análise. Por fim, pretender-se-á explicar, por exemplo, a fragmentação da estrutura interna e dos quadros da ARENA baiana e o conseqüente fracasso eleitoral do seu sucessor -PDS -a partir da Nova República através da trajetória política de suas principais lideranças remanescentes da legenda governista.


Palavras-chave


Partidos políticos; Autoritarismo; Democracia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2003v8n2p83

Direitos autorais

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br


Creative Commons License

 

Todos os artigos científicos publicados em mediacoes@uel.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons