A exaustão de Sísifo: articulação entre toyotismo, neoliberalismo e teoria do capital humano

Rafael Alves da Silva

Resumo


Da articulação entre as técnicas atuais de gestão da produção, o ideário que sustenta o conceito de capital humano e as políticas neoliberais, resulta uma apropriação e reificação dos saberes dos trabalhadores e, conseqüentemente, a precarização dos mesmos. Tais práticas são camufladas num discurso que prega a competição como evolução e as novas práticas como ganhos qualitativos de sentido no trabalho, facilitando a cooptação destes trabalhadores.


Palavras-chave


Toyotismo; Qualidade total; Neoliberalismo; Capital humano.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2006v11n1p147

Direitos autorais 2020 Mediações - Revista de Ciências Sociais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International