Concepção da antropologia filosófica no século XX: de Sartre e Gramsci a Abbagnano

Tibor Szabo

Resumo


Neste artigo, examina-se o papel do homem como sujeito histórico na transformação da sociedade, colocando-se em evidência as semelhanças e diferenças entre as concepções de sujeito histórico em Sartre, Gramsci e Abbagnano. A referência a Lukcás é tomada para fazer a crítica da inumanidade cruel dos regimes totalitários, presente na leitura heidggeriana de caráter "humanista". Sustenta-se a necessidade do resgatar a concepção de Lukcás do homem como sujeito histórico da sociedade e conclui-se indagando se, no mundo globalizado, seriam as ONGIs as que poderiam ocupar o papel que tiveram os sujeitos históricos.


Palavras-chave


Antropologia filosófica; Homem; Humanismo; Sartre; Lukács; Abbagnano.

Texto completo:

PDF

Referências


ABBAGNANO, Nicola. L’uomo projetto duemila. Roma: Dino Editori, 1980.

CASTELLS, Manuel. The Rise of the Netwok Society. Oxford: Blackwell, 1996. DELLA PORTA, Donatella; MOSCA, Lorenzo. Globalizzazione e movimenti sociali: uma introduzione. In: ______ (Ed.). Globalizzazione e movimente sociali. Roma: Manifestolibri, 2003.

DERRIDA, Jaques. Les fins de l´homme. In: ______. Marges de la philosophie. Paris. Les Editions de Nunuit, 1972.

GRAMSCI, Antonio. Quaderni del carcere, (a cura de Valentino Gerratana). Torino: Einaudi, 1975.

HEIDEGGER, Martin. “Költöien lakozik az ember…”: válogatott írások.

Budapest, Szeged: T.Twins: Pompei, 1994.

LUKÁCS, György. Existencialismo ou marxismo? [S.1.]: Acquaviva, 1995.

LUKÁCS, György. A polgári filozófia válsága. Budapest: Hungária ed., 1949.

SARTRE, Jean-Paul. Crítica della ragione dialettica. Milano: Il Saggiatore, 1990.

SARTRE, Jean-Paul. Questions de la methode. Paris: Galimard, 1986.

SARTRE, Jean-Paul. Marxisme et subjectivisme. La Conferénce de Rome, 1961. Les Temps Modernes, Paris, ano 49, n. 560, março de 1993, pp. 11-39.

SEN, Amartya K. Giustizia Sociale. Milano: Il Saggiatore, 2006.

TERTULIAN, Nicolas. Le grand projet de l’Éthique. Actuel Marx, n. 10, 1991, p. 81-97.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2010v15n2p324

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International