Reestruturação produtiva e divisão sexual do trabalho: reflexões sobre o trabalho feminino contemporâneo

Nilo Silva Pereira Netto, Nanci Stancki da Luz

Resumo


O texto apresenta uma reflexão sobre a categoria marxista do trabalho e as consequências dessa teoria para compreensão do trabalho feminino. Discute o trabalho feminino contemporâneo, notadamente a partir do advento da reestruturação produtiva, episódio fundamental para gerenciamento da crise estrutural do capital. Encerra considerando a importância da reflexão a respeito do trabalho e a divisão sexual do trabalho para compreensão da sociabilidade capitalista contemporânea.


Palavras-chave


Mundo do trabalho; Trabalho feminino; Divisão sexual do trabalho; Reestruturação produtiva.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2011v16n1p91

Direitos autorais

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br


Creative Commons License

 

Todos os artigos científicos publicados em mediacoes@uel.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons