Imprensa, movimento de mulheres, feminismo e violência de gênero no oeste do Paraná nas décadas de 1970 e 1980

Tânia Regina Zimmermann

Resumo


Este artigo tem por objetivo analisar algumas representações sobre o movimento de mulheres, feminismo e violência de gênero em diversos jornais impressos que circulavam na região Oeste do Paraná nas décadas de 1970 e 1980. Em relação a estes temas, esses veículos de comunicação entrecruzavam as relações de gênero e formas de violência contra e de mulheres. Os discursos em relação ao feminismo, em grande parte, eram ambíguos e relutavam entre o movimento da história e as mudanças nas relações de gênero. Assim, algumas permanências eram representadas como a submissão, resignação e bondade na construção do feminino, a violência como exclusividade masculina, além da aceitação da honra para justificar a violência contra as mulheres, presente em edições regionais sobre o caso Doca Street.

 

 


Palavras-chave


Imprensa. Feminismo. Violência. Relações de gênero.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2009v14n2p162

Direitos autorais

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br


Creative Commons License

 

Todos os artigos científicos publicados em mediacoes@uel.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons