O Status da Sociologia Escolar: O que Pensam os Alunos?

Cristiano das Neves Bodart, Caio dos Santos Tavares

Resumo


A Sociologia Escolar vem, nos últimos anos, sendo atacada de diversas formas, tendo sua presença no ensino médio ameaçada sob o argumento de não ser importante. A importância de uma disciplina, segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, está relacionada em preparar os alunos para o exercício da cidadania e para o mercado de trabalho, o que envolve, em alguma medida, a inclusão no ensino superior. Este artigo é resultado de uma pesquisa de mensuração do status atribuído à disciplina de Sociologia no ensino médio por discente, considerando sua importância quanto: i) à grade curricular do ensino médio; ii) ao mercado de trabalho; iii) ao cotidiano e; iv) ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Foi realizada uma pesquisa amostral delimitada a uma população de 640 estudantes que cursam o 3º ano do ensino médio em oito escolas localizadas no município de Maceió/AL. Os resultados desta pesquisa atestam a importância de sua manutenção na grade curricular do ensino médio.

Palavras-chave


Educação; Ensino Médio; Sociologia; Percepção Discente

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2020v25n3p764

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International