“Entre Plantas, Curadores e Entidades”: o Modelo Terapêutico do Centro Ayahuasqueiro Flor de Jasmim

Wagner Lins Lira

Resumo


Neste artigo elencamos as particularidades terapêuticas do Centro Ayahuasqueiro Flor de Jasmim; irmandade religiosa sobre a qual nos dedicamos à exposição etnográfica dos fenômenos relativos ao estabelecimento da saúde e ao tratamento de doenças. Isto posto, buscamos descrever os casos observados em campo, assim como explanar as narrativas dos curadores da Casa. Em conclusão, aludimos que a eficácia das terapias locais repousa no protagonismo de curadores, pacientes e entidades em complexas interações, tanto para a aquisição da saúde, quanto para o expurgo de doenças e outros infortúnios capazes de intervir nas vidas dos sujeitos assistidos pelo Centro.

Palavras-chave


Plantas de Poder; Ayahuasca; Rituais; Terapias.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Afrânio Patrocínio. O fenômeno do chá e a religiosidade cabocla: um estudo centrado na União do Vegetal. 1995. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) – Instituto Metodista de Ensino Superior, São Bernardo do Campo, 1995.

ARAÚJO, Wladimyr Sena. Navegando nas ondas do Daime: história, cosmologia e ritual da Barquinha. Campinas: Ed. da UNICAMP, 1999.

ARHEM, Kaj. Makuna social organization: a study in descent, alliance, and the formation of corporate groups in the North-Western Amazon. Estocolmo: Almqvist & Wiksell, 1981.

BOLTANSKI, Luc. As classes sociais e o corpo. Rio de Janeiro: Graal, 1989.

BRISSAC, Sérgio. A Estrela do Norte iluminando até o Sul: uma etnografia da União do Vegetal em um contexto urbano. 1999. Dissertação (Mestrado em Antropologia) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1999.

CEMIN, Arneide Bandeira. Os rituais do Santo Daime: sistemas de montagens simbólicas. In: LABATE, Beatriz Caiuby; ARAÚJO, Wladimyr Sena (org.). O uso ritual da ayahuasca. Campinas: Mercado das Letras, 2002. p. 347-382.

CSORDAS, Thomas. Corpo, significado e cura. Porto Alegre: Ed. da UFRGS, 2008.

FRENOPOULO, Christian. Charity and spirits in the Amazonian navy: the Barquinha Mission of the Brazilian Amazon. 2005. Dissertação (Mestrado em Antropologia) – Universidade de Regina, Regina, 2005.

GOMES, Bruno Ramos. O sentido do uso ritual da ayahuasca em trabalho voltado ao tratamento e recuperação da população em situação de rua em São Paulo. 2011. Dissertação (Mestrado em Antropologia) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.

GOULART, Sandra Lúcia. Contrastes e continuidades em uma tradição amazônica: as religiões da ayahuasca. 2004. Tese (Doutorado em Sociologia) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2004.

GROISMAN, Alberto. "Eu venho da floresta": ecletismo e práxis xamânica daimista no Céu do Mapiá. 1991. Dissertação (Mestrado em Antropologia) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1991.

HABER, Roy. The Santo Daime road to seeking religious freedom in the USA. In: LABATE, Beatriz Caiuby; JUNGABERLE, Henrik (org.). The internationalization of Ayahuasca. Berlin: Lit, 2011. p. 301-318.

HANEGRAAF, Wouter. Ayahuasca groups and networks in the Netherlands: a challenge to the study of contemporary religion. In: LABATE, Beatriz Caiuby; JUNGABERLE, Henrik (org.). The internationalization of Ayahuasca. Berlin: Lit, 2011. p. 85-104.

LABATE, Beatriz Caiuby. Ayahuasca Mamancuna merci beaucoup: internacionalização e diversificação do vegetalismo ayahuasqueiro peruano. 2011. Tese (Doutorado em Antropologia) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2011.

LABATE, Beatriz Caiuby; BOUSO, José Carlos. Cura, cura, cuerpecito: reflexiones sobre las posibilidades terapéuticas de la ayahuasca. In: LABATE, Beatriz Caiuby; BOUSO, José Carlos (org.). Ayahuasca y salud. Barcelona: La Liebre de Marzo, 2011. p. 28-47.

LABATE, Beatriz Caiuby. A reinvenção do uso da ayahuasca nos centros urbanos. Campinas: Mercado das Letras, 2004.

LAGROU, Elsje Maria. Uma etnografia da cultura Kashinawa: entre a cobra e o Inca. 1991. Dissertação (Mestrado em Antropologia) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1991.

LANGDON, Esther Jean. Representações de doença e itinerário terapêutico dos Siona da Amazônia colombiana. In: SANTOS, Ricardo; COIMBRA JR., Carlos (org.). Saúde e povos indígenas. Rio de Janeiro: Ed. da Fiocruz, 1994. p. 115-141.

LAPLANTINE, François. Antropologia da doença. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

LAPLANTINE, François; RABEYRON, Paul-Louis. Medicinas paralelas. São Paulo: Brasiliense, 1989.

LIRA, Wagner Lins. Daqui nós tira um ouro de chá! Umbanda, Santo Daime e Xamanismo popular no tratamento religioso de patologias físicas, mentais e espirituais: o caso de um terreiro alagoano. 2016. Tese (Doutorado em Antropologia) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2016.

LIRA, Wagner Lins. Os trajetos do êxtase dissidente no fluxo cognitivo entre homens, folhas, encantos e cipós: uma etnografia ayahuasqueiras nordestina. 2009. Dissertação (Mestrado em Antropologia) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.

LIRA, Wagner Lins. Xamanismo e enteogenia ameríndia: a ayahuasca e outras “plantas de poder” em contextos indigenistas e vegetalistas amazônicos. ACENO: Revista de Antropologia do Centro-Oeste, Cuiabá, v. 5, n. 10, p. 59-78, 2018. Disponível em: http://bit.ly/2XxBxUy. Acesso em: 2 abr. 2020.

LIRA, Wagner Lins; FERREIRA, Hugo Monteiro. “Crianças do Astral”: a infância no Centro Ayahuasqueiro Flor de Jasmim. Caderno Eletrônico de Ciências Sociais, Vitória, v. 6, n. 2, p. 7-31, 2018. Disponível em: https://bit.ly/2wYNgnJ. Acesso em: 2 abr. 2020.

LIRA, Wagner Lins; MEDEIROS, Bartolomeu Tito Figueiroa de. Atabaques no terreiro de Mãe Jana: o Centro Ayahuasqueiro Flor de Jasmim e seus processos simbólicos e institucionais. REIA: Revista de Estudos e Investigações Antropológicas, Recife, v. 4, n. 2, p. 150–174, 2017. Disponível em: https://bit.ly/3aHirTs. Acesso em: 2 abr. 2020.

LUNA, Luiz Eduardo. Vegetalism: shamanism among the mestizo population of the Peruvian Amazon. 1986. Tese (Doutorado em Antropologia) – Universidade de Estocolmo, Estocolmo, 1986.

MABIT, Jean Jacques. Produção visionária da ayahuasca no contexto dos curandeiros da Alta Amazônia peruana. In: LABATE, Beatriz Caiuby; ARAÚJO, Wladimyr Sena (org.). O uso ritual da ayahuasca. Campinas: Mercado das Letras, 2002. p. 147-180.

MACRAE, Edward. Guiado pela lua: xamanismo e uso ritual da ayahuasca no culto do Santo Daime. São Paulo: Brasiliense, 1992.

MEDEIROS, Bartolomeu Tito Figueiroa. Quando a busca de religião e saúde se entrecruzam: um estudo de caso. Revista Anthropológicas, Recife, v. 13, n. 1, p. 75-90, 2002. Disponível em: https://bit.ly/2JASVmQ. Acesso em: 2 abr. 2020.

MENDES, Margarete Hitaka. Etnografia preliminar dos Ashaninka da Amazônia brasileira. 1991. Dissertação (Mestrado em Antropologia) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1991.

MENOZZI, Walter. The Santo Daime legal case in Italy. In: LABATE, Beatriz Caiuby; JUNGABERLE, Henrik (org.). The internationalization of Ayahuasca. Berlin: Lit, 2011. p. 379-388.

MERCANTE, Marcelo Simão. Dependência, recuperação e o tratamento através da ayahuasca: definições e indefinições. Saúde & Transformação, Florianópolis, v. 4, n. 2, p. 126-138, 2013. Disponível em: https://bit.ly/2Ap5yjb. Acesso em: 2 abr. 2020.

MERCANTE, Marcelo Simão. Images of healing: spontaneous mental imagery and healing process of the Barquinha, a Brazilian Ayahuasca religious system. 2006. Tese (Doutorado em Antropologia) – Saybrook Graduate School and Research Center, San Francisco, 2006.

MOREIRA, Paulo; MACRAE, Edward. Eu venho de longe: mestre Irineu e seus companheiros. Salvador: Ed. da UFBA, 2011.

MOURE, Walter Gustavo. Saudades da cura: estudo exploratório de terapêuticas de tradição indígena na Amazônia peruana. 2005. Tese (Doutorado em Psicologia) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.

NARANJO, Plutarco. Ayahuasca: etnomedicina y mitología. Quitos: Libri Mundi, 1983.

OLIVEIRA, Rosana Martins. De folha e cipó é a capelinha de São Francisco: a religiosidade popular na cidade de Rio Branco – Acre (1945-1958). 2002. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2002.

PASKOALI, Vanessa Paula. A cura enquanto processo identitário na Barquinha: o sagrado no cotidiano. 2002. Dissertação (Mestrado em Antropologia) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2002.

PELÁEZ, Maria Cristina. No mundo se cura tudo: interpretações sobre a "cura espiritual" no Santo Daime. 1994. Dissertação (Mestrado em Antropologia) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1994.

PRADES, José Vicente Marín. Legal recognition of the União do Vegetal in Spain. In: LABATE, Beatriz Caiuby; JUNGABERLE, Henrik (org.). The internationalization of Ayahuasca. Berlin: Lit, 2011. p. 375-378.

RICCIARDI, Gabriela Santos. O uso da ayahuasca e a experiência de transformação, alívio e cura na União do Vegetal. 2008. Dissertação (Mestrado em Sociologia) – Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2008.

RICCIARDI, Gabriela Santos. Takiwasi: o uso da ayahuasca no tratamento da adicção em uma comunidade terapêutica. 2013. Tese (Doutorado em Sociologia) – Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2013.

RIOS, Marlene Dobkin de. Curing with Ayahuasca in an urban slum. In: HARNER, Michael (org.). Hallucinogens and Shamanism. Oxford: University of Oxford, 1973. p. 67-85.

RIOS, Marlene Dobkin de. Visionary vine: hallucinogenic healing in the Peruvian Amazon. Prospect Heights: Waveland, 1972.

ROSE, Isabel Santana. Espiritualidade, terapia e cura: um estudo sobre a expressão da experiência no Santo Daime. 2005. Dissertação (Mestrado em Antropologia) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2005.

SANTOS, Rafael Guimarães. Safety and side effects of Ayahuasca in humans: an overview focusing on developmental toxicology. Journal of Psychoactive Drugs, London, v. 45, n. 1, p. 68-78, 2013.

SCHMID, Janine Tatjana. Ayahuasca healing: a qualitative study about fiftenn european people handling their diseases. In: LABATE, Beatriz Caiuby; JUNGABERLE, Henrik (org.). The internationalization of Ayahuasca. Berlin: Lit, 2011. p. 245-262.

SILVA, Clodomir Monteiro da. O palácio de Juramidam: Santo Daime: um ritual de transcendência e despoluição. 1983. Dissertação (Mestrado em Antropologia) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 1983.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2020v25n2p523

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International