Percepções de cuidado e práticas de gênero das mulheres beneficiárias do Programa Bolsa Família a partir de um recorte geracional: mudanças e permanências

Márcio Ferreira De Souza, Silvana Mariano

Resumo


Este artigo se dedica às análises sobre as percepções e as práticas de gênero das mulheres titulares do Programa Bolsa Família, com foco na questão do cuidado, e procura, por seu turno, articular duas categorias de análise, gênero e geração. Tratamos, das percepções dessas mulheres em torno de suas experiências de vida e expectativas de futuro e refletimos sobre as comparações que elas fazem entre a sua condição e a de sua mãe. Contrastamos percepções e práticas das mulheres, de acordo com os grupos de idade, no que diz respeito à vida doméstica e familiar. As análises consideram variáveis que tendem a afetar as dinâmicas dos grupos familiares, como a presença ou não de cônjuge, a presença ou não de crianças em idade de creche e o exercício ou não de trabalho pago. Os dados analisados foram produzidos por meio de estudos de caso realizados em Curitiba (Paraná) e Fortaleza (Ceará), nos anos de 2013 e 2014. 


Palavras-chave


Cuidados; Gênero; Geração; Pobreza; Transferência de renda

Texto completo:

PDF PDF

Referências


ABRAMO, Laís Wendel. A inserção da mulher no mercado de trabalho: uma força de trabalho secundária? 2007. Tese (Doutorado em Sociologia) - Departamento de Sociologia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

ARAÚJO, Clara; SCALON, Celi. Gênero e a distância entre a intenção e o gesto. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 21, n. 62, p. 45-68, out. 2006.

ARAÚJO, Clara; SCALON, Celi. Percepções e atitudes de mulheres sobre a conciliação entre família e trabalho pago no Brasil. In: ARAÚJO, Clara; SCALON, Celi (Org.). Gênero, família e trabalho no Brasil. Rio de Janeiro: FGV, 2005.

BRUSCHINI, Cristina; LOMBARDI, Maria Rosa. A bipolaridade do trabalho feminino no Brasil contemporâneo. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 110, p. 67-104, jul. 2000.

CARLOTO, Cássia M.; MARIANO, Silvana Aparecida. Empoderamento, trabalho e cuidados: mulheres no Programa Bolsa Família. Textos & Contextos, Porto Alegre, v. 11, p. 258-272, 2012.

DOMINGUES, José Maurício. Ensaios de sociologia: teoria e pesquisa. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2004.

ESPING-ANDERSEN, Gosta. O futuro do Welfare State na nova ordem mundial. Revista Lua Nova, São Paulo, n. 35, p. 73-112, 1995.

ESQUIVEL, Valeria. El cuidado: de concepto analítico a agenda política. Nueva Sociedad, Buenos Aires, v. 256, p. 63-74, mar./abr. 2015.

ESQUIVEL, Valeria; FAUR, Eleonor; JELIN, Elizabeth (Ed.). Las lógicas del ciudado infantil: entre las familias, el estado y el mercado. Buenos Aires: IDES, 2012.

FORTALEZA. Prefeitura Municipal. Desenvolvimento Humano, por bairro. Fortaleza, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, 2010.

GIDDENS, Anthony; SUTTON, Philip. Curso de vida. In: GIDDENS, Anthony; SUTTON, Philip. Conceitos essenciais da sociologia. São Paulo: Editora Unesp, 2016.

GUISADO, Manuela Caballero; AGOIZ, Artemio Baigorri. ¿Es operativo el concepto de generación?. Aposta: revista de ciencias sociales, Madrid, n. 56, p. 1-45, feb./mar. 2003.

HIRATA, Helena. O trabalho de cuidado. Sur: revista internacional de direitos humanos, São Paulo, v. 13, p. 53-64, 2016.

HIRATA, Helena; KERGOAT, Danièle. Novas configurações da divisão sexual do trabalho. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 132, p. 595-609, 2007.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Cidades. 2010. Disponível em: . Acesso em: 6 mar. 2013.

INGLEHART, Ronald; NORRIS, Pippa. Rising tide: gender equality & cultural changes around the world. New York: Cambridge University Press, 2003.

JELIN, Elizabeth. Pan y afectos: la transformación de las familias. Buenos Aires: Fondo De Cultura Economica, 1998.

LAVINAS, Lena; NICOLL, Marcelo. Pobreza, transferências de renda e desigualdades de gênero: conexões diversas". Revista Parcerias Estratégicas, Brasília, n. 22, p. 39-75, jun. 2006.

MANNHEIM, Karl. "O problema sociológico das gerações. In: FORACCHI, Marialice M. (Org.). Karl Mannheim: sociologia. São Paulo: Ática, 1982. p. 67-95.

MARIANO, Silvana Aparecida. Cidadania na perspectiva das mulheres pobres e papéis de gênero no acesso a políticas assistenciais. Revista Brasileira de Ciência Política, Brasília, v. 2, p. 119-157, 2009.

MARIANO, Silvana Aparecida; SOUZA, Márcio Ferreira de. Conciliação e tensões entre trabalho e família para mulheres titulares do Programa Bolsa Família. Revista Brasileira de Ciência Política, Brasília, v. 3, p. 147-177, 2015.

MEDEIROS, Marcelo; PINHEIRO, Luana Simões. Desigualdades de gênero em tempo de trabalho pago e não-pago no Brasil, 2013.

Sociedade e Estado, Brasília, v. 33, n. 1, p. 161-188, 2018.

MOTTA, Alda Britto (Org.). Dossiê: gênero, idades e geração. Caderno CRH, Salvador, v. 17, p. 349-355, set./dez. 2004.

MOTTA, Alda Britto; WELLER, Wivian (Org.). A atualidade do conceito de gerações na pesquisa sociológica (Dossiê). Sociedade e Estado, Brasília, v. 25, n. 2, maio/ago. 2010.

NUSSBAUM, Martha C. Las mujeres y el desarrollo humano: el enfoque de las capacidades. Barcelona: Herder Editorial, 2002.

PIRES, Flávia Ferreira; JARDIM, George Ardilles da Silva. Geração bolsa família: escolarização, trabalho infantil e consumo na casa sertaneja (Catingueira/PB). Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 29, n. 85, p. 99-112, jun. 2014.

SCOTT, Joan W. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. Educação e Realidade, Porto Alegre, v. 16, n. 2, p. 5-22, jul./dez. 1990.

SORJ, Bila. Arenas de cuidado nas interseções entre gênero e classe social. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 43, n. 149, p. 479-490, 2013.

SORJ, Bila. Socialização do cuidado e desigualdades sociais. Tempo Social (USP), São Paulo, v. 26, n. 1, p. 93-96, 2014.

SORJ, Bila; FONTES, Adriana; MACHADO, Danielle Carusi. Políticas e práticas de conciliação entre família e trabalho no Brasil. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 132, p. 573-594, 2007.

WELLER, Wivian. Karl Mannheim: um pioneiro da sociologia da juventude. In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE SOCIOLOGIA, 12., 2007, Recife. Anais... Recife, 2007.

WONS, Lucimara (Coord.). Nosso bairro: Alto Boqueirão. Curitiba: IPPUC, 2015.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2018v23n3p164

Direitos autorais 2019 Mediações - Revista de Ciências Sociais

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br


Creative Commons License

 

Todos os artigos científicos publicados em mediacoes@uel.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons