Os empresários binacionais da imigração: uma discussão histórica

Patrícia Bosenbecker, Karl Monsma

Resumo


Nos últimos anos, o Brasil experimentou uma grande onde migratória, especialmente com a entrada de haitianos, bolivianos e colombianos. Em geral, são imigrantes pobres com pouco conhecimento da língua, das leis e dos costumes locais, que gastam suas economias contratando agenciadores para aqui se estabelecerem, atraídos por promessas de emprego. A realidade desse processo, entretanto, não condiz com as promessas. Esse tipo de relação já existia no século XIX e início do XX, quando empresários da imigração participavam no processo de colonização do país, agenciando imigrantes e regularizando assentamentos. Esse artigo busca discutir em perspectiva histórica o papel de intermediação desses agentes, a partir da análise de um empresário da imigração em Rio Grande do Sul e as relações por ele estabelecidas em sua colônia no século XIX.

Palavras-chave


Imigração; Empresários binacionais; Minorias intermediárias; Sociologia histórica.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Andrei; TONETTO, Maurício. Ilusões perdidas: o drama dos imigrantes negros na Serra Gaúcha, cinco anos após a chegada dos primeiros grupos. 2016.

BONACICH, Edna. A theory of middleman minorities. American Sociological Review, Washington, v. 38, n. 5, p. 583-594, out. 1973.

BOSENBECKER, Patrícia. Colonos nos domínios do diretor Rheingantz: uma revolta no Sul do Brasil. Métis: História & Cultura, Caxias do Sul, v. 11, n. 22, p. 41-65, jul./dez. 2012.

BOSENBECKER, Patrícia. Três gerações de empreendedorismo: capital e laços sociais entre Brasil e Alemanha a partir do estudo de caso da família Rheingantz. 2017. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2017.

BOSENBECKER, Patrícia. Uma colônia cercada de estâncias: imigrantes em São Lourenço/RS (1857-1877). 2011. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011.

COARACY, Vivaldo. A Colônia São Lourenço e o seu fundador Jacob Rheingantz. São Paulo: Saraiva, 1957.

DREHER, Martin N. 190 anos de imigração alemã no Rio Grande do Sul: esquecimentos e lembranças. São Leopoldo: Oikos, 2014.

DUTRA, Cristiane Feldmann; GAYER, Suely Marisco. A inclusão social dos imigrantes haitianos, senegaleses e ganeses no Brasil. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE DEMANDAS SOCIAIS E POLÍTICAS PÚBLICAS NA SOCIEDADE, 12., 2015, Santa Cruz do Sul. Anais... Santa Cruz do Sul: UNISC, 2015. Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2016.

FERREIRA, Maria Letícia M.; HEIDEN, Roberto. Políticas patrimoniais e reinvenção do passado: os pomeranos de São Lourenço do Sul, Brasil. Cuadernos de Antropología Social, Buenos Aires, n. 30, p. 137–154, 2009.

IEPSEN, Eduardo. Jacob Rheingantz e a colônia São Lourenço: da desconstrução de um mito à reconstrução de uma história. 2008. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo.

KOLLING, Nilo Bidone. A presença teuta a partir de São Lourenço do Sul/ RS. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE PESQUISADORES DA HISTÓRIA DAS COMUNIDADES TEUTO-BRASILEIRAS, 9., 2008, São Leopoldo. Anais.... São Leopoldo: Casa Leiria, 2008. p. 867-892. CD-ROM.

LANDO, Aldair Marli; BARROS, Eliane Cruxên. Capitalismo e colonização: os alemães no Rio Grande do Sul. In: LANDO, Aldair Marli (Org.). RS: imigração e colonização. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1980. p. 9-46.

MACIEL, Camila. O sistema de suor. 2015. Disponível em: Acesso em: 20 mar. 2016.

NELLI, Humbert S. The business of crime: italians and syndicate crime in the United States. Oxford: Oxford University Press, 1976.

PATRÍCIA BOSENBECKER | KARL MONSMA | Os Empresários Binacionais Da Imigração. In: NEUMANN, Rosane M.; TEDESCO, João Carlos (Org.). Colonos, colônias e colonizadoras: aspectos da territorialização agrária do Sul do Brasil. Porto Alegre: Letra & Vida, 2013.

OBERACKER JUNIOR, Carlos Henrique. A contribuição teuta à formação da nação brasileira. 2. ed. Rio de Janeiro: Presença, 1985.

PAES, Augusto Moreira. A Colônia São Lourenço. In: RODRIGUES, Alfredo Ferreira. Almanak literário e estatístico do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Pinto e Companhia Livraria Americana, 1909. p. 164-167.

PELLANDA, Ernesto. A colonização alemã no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Oficinas Gráficas da Livraria do Globo, 1925.

PEREIRA, Elvis. Bolivianos se tornam a segunda maior colônia de estrangeiros em SP. Folha de São Paulo, São Paulo, 16 jun. 2013.

PETRONE, Maria T. S. O imigrante e a pequena propriedade. São Paulo: Brasiliense, 1982.

ROCHE, Jean. A colonização alemã e o Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Globo, 1969. 2 v.

SALGADO, Daniel. Panorama atual da imigração boliviana. 2013. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2014.

SEYFERTH, Giralda. Colonização e conflito: estudo sobre “motins” e “desordens” numa região colonial de Santa Catarina no século XIX. In: SANTOS, José Vicente Tavares dos (Org.). Violências no tempo da globalização. São Paulo: Hucitec, 1999. p. 285-330.

SEYFERTH, Giralda. Colonização e política imigratória no Brasil imperial. In: SALLES, Teresa; SALLES, Maria do Rosário R. Políticas migratórias: América Latina, Brasil e brasileiros no exterior. São Carlos: EDUFSCAR: Sumaré, 2002. p. 79-110.

TEDESCO, João Carlos; GRZYBOVSKI, Denize. Dinâmica migratória dos senegaleses no norte do Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Estudos de População. Rio de Janeiro, v. 30, n. 1, p. 317-324, jan./jun. 2013.

THUM, Carmo. Educação, história e memória: silêncios e reivindicações pomeranas na Serra dos Tapes. 2009. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo.

TREZZI, Humberto. Intermediários cobram até R$ 9 mil de ganeses por “ajuda” na viagem. Zero Hora, Porto Alegre, 16 jul. 2014. Disponível em: . Acesso em: 1 set. 2017.

TRUZZI, Oswaldo Mário Serra. Patrícios: sírios e libaneses em São Paulo. São Paulo: Hucitec, 1997. UMA DÉCADA de migrações. 2016. Disponível em: . Acesso em: 20 jan. 2017.

VINDA de haitianos é maior onda imigratória ao país em cem anos. Folha de São Paulo, São Paulo, 12 jan. 2012. Mundo. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2017.

WEBER, Regina; BOSENBECKER, Patrícia. Disputas pela memória em São Lourenço do Sul: uma visão histórica de representações étnicas. Cadernos do Centro de Memória do Oeste de Santa Catarina, Chapecó, Ano 23, n. 32, jun. 2010. p. 347-369.

WILLEMS, Emílio. A aculturação dos alemães no Brasil: estudo antropológico dos imigrantes alemães e seus descendentes no Brasil. 2. ed. São Paulo: Nacional, 1986.

ZENI, Kaline; FILIPPIM, Eliane Salete. Migração haitiana para o Brasil: acolhimento e políticas públicas. Pretexto, Belo Horizonte, v. 15, n. 2, p. 11-26, abr./jun. 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2018v23n1p170

Direitos autorais Mediações - Revista de Ciências Sociais



  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International