Sobre a rotinização da Sociologia no Brasil: os primeiros manuais didáticos, seus autores, suas expectativas

Simone Meucci

Resumo


Este texto traz alguns dados sobre os primeiros manuais didáticos de sociologia elaborados no Brasil particularmente no período compreendido entre os anos de 1930 e 1945, quando houve uma produção notável destes livros. Analisamos as condições institucionais e editoriais que permitiram a formação deste conjunto de obras, procuramos identificar a origem intelectual de seus autores e as expectativas de que a disciplina era depositária.Constatamos que o estudo dos livros didáticos permite compreender o sentido que fora dado a sociologia no ensino secundário exatamente no período em que se mobilizavam esforços para a institucionalização acadêmica do conhecimento sociológico no país. Esta análise pretende, pois, contribuir para uma abordagem sociológica do processo de constituição da sociologia no Brasil.


Palavras-chave


Sociologia no Brasil; Manuais didáticos; Ensino da Sociologia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2007v12n1p31

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br