Notas a propósito de los mecanismos de acreditación del conocimiento y de la reconfiguración de lo social

Cecília Diaz-Isenrath

Resumo


Este texto apresenta uma série de reflexões que concernem à relação entre política e saber, abordando, em especial, os problemas que os mecanismos de avaliação acadêmica colocam e sua conexão com concepções que entendem a política como uma atividade de distribuição de recursos. Pergunta-se em que medida e como essas concepções estariam reconfigurando o social e propõe-se uma releitura da formulação foucaultiana do problema do governo, como caminho possível para analisar as implicações das lógicas gerenciais nas práticas científicas.


Palavras-chave


Bancos de dados; Acesso à informação científica; Avaliação acadêmica; Governabilidade.

Texto completo:

PDF

Referências


BARRY, Andrew; OSBORNE, Thomas; ROSE, Nikolas. (eds.) Foucault and

political reason: liberalism, neo-liberalism and rationalities of government. Chicago: Chicago University Press and London UCL Press, 1996.

BURCHELL, Grahan; GORDON, Colin; MILLER, Peter. (eds.). The Foucault effect: studies in governmentality. Chicago: University of Chicago Press, 1991.

DONZELOT, Jacques. ‘Michel Foucault and liberal intelligence’. Economy and Society, 37:1, Feb. 2008, p. 115-134.

FOUCAULT, Michel. Naissance de la biopolitique. Cours au Collège de France (1978-1979). Editado por Senellart, Michel; Ewald, François; Fontana, Alessandro. Paris: Seuil/Gallimard, 2004.

FOUCAULT, Michel. Tecnologías del yo y otros textos afines. Barcelona: Ed. Paidós Ibérica, 1991.

FOUCAULT, Michel. “La gubernamentalidad” (resumen del curso del Collège de France, 1977-1978). Espacios de poder. Madrid: Ed. La Piqueta, 1992.

LEMKE, Thomas. “‘The birth of bio-politics’ – Michel Foucault’s lecture at the Collège de France on neo-liberal governmentality”. Economy and Society 30: 2, May 2001, p. 190-207.

LEMKE, Thomas. ‘Marx sin comillas’: Foucault, la gubernamentalidad y la crítica del neoliberalismo. In: LEMKE, Thomas et al. Marx y Foucault. Buenos Aires: Nueva Visión, 2006.

RANCIERE, Jacques. El desacuerdo: política y filosofia. Buenos Aires: Ediciones Nueva Visión, 1996.

ROSE, Nikolas. Governing ‘advanced’ liberal democracies. In: BARRY, Andrew; OSBORNE, Thomas; ROSE, Nikolas. (eds.) Foucault and political reason: liberalism, neo-liberalism and rationalities of government. Chicago: Chicago University Press and London UCL Press, 1996, p. 37-64.

STRATHERN, Marilyn. Commons and borderlands: working papers on

interdisciplinarity, accountability and the flow of knowledge. Oxon: Sean Kingston Publishing, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2009v14n1p54

Direitos autorais 2020 Mediações - Revista de Ciências Sociais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International