Exclusão como ruptura de laços sociais: uma crítica do conceito

Giuliana Franco Leal

Resumo


Neste artigo, abordamos teoricamente o conceito de exclusão social como fragilização e ruptura de laços sociais, especialmente na bibliografia francesa (na qual se encontram suas origens) e brasileira. Investigamos a pertinência do conceito para caracterizar o fenômeno ao qual se refere, seus alcances e limites.


Palavras-chave


Exclusão social; Desigualdade social; Classes sociais.

Texto completo:

PDF

Referências


BAREL, Yves. Le Grand Intégrateur. Connexions, Paris, n.56, pp.85-100, jan, 1990.

BAUMAN, Zygmund. O mal estar da pós modernidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editores, 1998.

BUARQUE, Cristóvam. O que é apartação: o apartheid social no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1999.

CASANOVA, Pablo Gonzales. Exploração, colonialismo e luta pela democracia na América Latina. Petrópolis: Vozes, 2002.

CASTEL, Robert. Les metamorphoses de la question sociale: une chronique du salariat. Paris : Fayard, 1995.

CLAVEL, Gilbert. La societé d’exclusion: comprendre pour em sortir. Paris/ Montréal: L’Harmattan, 1998.

ESCOREL, Sarah. Vidas ao léu: trajetórias de exclusão social. Rio de Janeiro: Fiocruz, 1999.

FERREOL, Gilles. Tranformations de l’institution familiale. In: FERREOL, Gilles. (éd.). Intégration & exclusion dans la societé française contemporaine. Lille: Presses Universitaires de Lille, 1992.

GAULEJAC, Vincent & TABOADA-LÉONETTI, Isabel. La lutte des places. Marseille/ Paris: Hommes et Perspectives/Desclée de Browuer, 1994.

KOWARICK, Lucio. Sobre a vulnerabilidade socioeconômica e civil: EUA, França e Brasil. Revista Brasileira de Ciências Sociais [on line]. São Paulo, n.51 (v.18), pp.61-86, ago, 2002.

MINAYO, Maria. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: Hucitec, 1993.

NASCIMENTO, Elimar Pinheiro. A exclusão social na França e no Brasil: situações (aparentemente) invertidas, resultados (quase) similares?. In: DINIZ, Eli; LOPES, José Sérgio Leite; PRANDI, Reginaldo. (orgs.). O Brasil no rastro da crise: partidos, sindicatos, movimentos sociais, Estado e cidadania no curso dos anos 90. São Paulo, Hucitec/Anpocs/Ipea, pp.289-303, 1994a.

_____. Hipóteses sobre a nova exclusão social: dos excluídos necessários aos excluídos desnecessários. Cadernos CRH, Salvador, pp.29-47, jul.-dez, 1994b.

OLIVEIRA, Luciano. Os excluídos “existem”? Notas sobre a elaboração de um novo conceito. Revista Brasileira de Ciências Sociais. São Paulo, n.33 (vol.12), pp.49-51, fev, 1997.

PAUGAM, Serge. La disqualification sociale: essai sur la nouvelle pauvreté. Paris: Presses Universitaires de France, 1991.

POCHMANN. Marcio e AMORIM, Ricardo (orgs.). Atlas da exclusão social no Brasil. São Paulo: Cortez, 2003.

POCHMANN, Marcio. O emprego na globalização: a nova divisão internacional do trabalho e os caminhos que o Brasil escolheu. São Paulo: Boitempo, 2005.

ROCHA, Sonia. Pobreza no Brasil:o que mudou nos últimos 30 anos?. In: VELLOSO, João Paulo dos Reis e ALBUQUERQUE, Roberto Cavalcanti de. (orgs.). Cinco décadas de questão social e os grandes desafios do crescimento sustentado. Rio de Janeiro: José Olympio, pp.179-219, 2005.

SILVER, Hilary. Exclusión social y solidaridad social: tres paradigmas. Revista Internacional del Trabajo, vol.113, n.5-6, pp.607-662, 1994.

TOURAINE, Alain. Face à l’exclusion. Esprit. Paris, n.169, pp.7-13, fev, 1991.

_____. Inegalités de la societé industrielle, exclusion du marché (1992). In: Affichard, Joëlle et Foucauld, Jean-Baptiste de (dirs.). Justice sociale et inegalités. Paris: Esprit, pp.163-174, 1992.

_____. Um novo paradigma: para compreender o mundo de hoje (2006). Rio de Janeiro: Vozes.

XIBERRAS, Martine. Les théories de l’exclusion: pour um construction de

l’imaginaire de la déviance. Paris: Méridiens Klincksieck, 1994.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2009v14n1p260

Direitos autorais 2020 Mediações - Revista de Ciências Sociais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International