Alheamento eleitoral: reflexões sobre o significado de votos em branco, votos nulos e abstenções na teoria política contemporânea

Paola Novaes Ramos

Resumo


 

O presente artigo tem como objetivo analisar o impacto de votos em branco, votos nulos e abstenções sobre a legitimidade das democracias contemporâneas com auxílio do pensamento de alguns autores clássicos da teoria política contemporâneo do final do século XX (especificamente, alguns autores liberais e alguns de seus críticos). Considerando que eleições são centrais e caracterizam boa parte das atuais democracias ocidentais, mesmo que não monopolizem a política como um todo, interessa saber qual é o significado desses fenômenos “não-decisórios” para os atuais sistemas de representação, com foco nas interpretações de Giovanni Sartori, Seymour Lipset, Samuel Huntington, Gabriel Almond e Sidney Verba, de um lado, e Carole Pateman, C. B. Macpherson e Pierre Bourdieu, de outro.


Palavras-chave


Eleições; Democracia; Participação política.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMOND, Gabriel e VERBA, Sidney. The civic culture. Boston: Little, Brown and Company Inc., 1965.

ALMOND, Gabriel e VERBA, Sidney. (ed). The civic culture revisited. Sage Publishings, 1989.

AVRITZER, Leonardo. Teoria crítica e teoria democrática: da impossibilidade da democracia ao conceito de esfera pública. Novos Estudos Cebrap, São Paulo, v. 53, p. 161-187, 1999.

AVRITZER, Leonardo. Sociedade civil, instituições participativas e representação: da autorização à legitimidade da ação”. Dados, Rio de Janeiro, v. 50, p. 443-464, 2007.

BOBBIO, Norberto, MATTEUCCI, Nicolas e PASQUINO, Gianfranco.(orgs.),

Dicionário de política, volumes 1 e 2, Brasília: Ed. UnB, 1995.

BOURDIEU, Pierre. Distinction: a social critique of the judgement of taste.

Cambridge, Massachusetts, Harvard: University Press, 1984.

BOTTOMORE, Tom. (ed.) Dicionário do pensamento marxista. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1988.

BRETTON, Philippe. A incompetência democrática. São Paulo: Edições Loyola, 2006.

CHISHOLM, Robert. A ética feroz de Nicolau Maquiavel. In: QUIRINO, Célia Galvão; VOUGA; Claudio e BRANDÃO, Gido Marçal (orgs.). Clássicos do pensamento político moderno. São Paulo: Edusp, 1998.

COHN, Gabriel. Crítica e resignação: fundamentos da sociologia de Max Weber. São Paulo: T. A. Queiroz Editor, 1979.

COSTA PORTO, Walter. Dicionário do voto. Brasília: Ed. UnB, 2000.

CROZIER, Michel; HUNTINGTON, Samuel e WATANUKI, Joji. The crisis of

democracy. New York: Columbia University Press, 1975.

DAHL, Robert. Poliarquia. São Paulo: Edusp, 1997.

DURKHEIM, Émile. O suicídio. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

ELIASOPH, Nina. Avoiding politics: how Americans produce apathy in everyday life. Cambridge, Massachusetts: Cambridge University Press, 1998.

FINLEY, Moses I. Democracy ancient and modern. Piscataway, New Jersey: Rutgers University Press, 1985.

FLATHMAN, Richard E. Legitimacy. In: GOODIN, Robert e PETTIT, Philip. (eds.) A companion to contemporary political philosophy. Cambridge, Massachusetts: Blackwell Publishers, 1996.

GUTMANN, Amy. Democracy. In: GOODIN, Robert e PETTIT, Philip. (eds.) A companion to contemporary political philosophy. Cambridge, Massachusetts: Blackwell Publishers, 1996.

HIRSCHMAN, Albert O. De consumidor a cidadão: atividade privada e participação na vida pública. São Paulo: Brasiliense, 1983.

LEVI, Lucciano. Verbete “Legitimidade”. In: BOBBIO, Norberto, MATTEUCCI, Nicolas e PASQUINO, Gianfranco.(orgs.), Dicionário de política, volumes 1 e 2, Brasília: Ed. UnB, 1995.

LIPSET, Seymour Martin. Political man: the social basis of politics. Garden City, New York: Doubleday & Company, Inc, 1960.

LUHMANN, Niklas. Legitimação pelo procedimento. Brasília: Ed. UnB, 1980.

MACPHERSON, Crawford B. A democracia liberal: origens e evolução. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1978.

MERQUIOR, José Guilherme. Rousseau e Weber: dois estudos sobre a teoria da legitimidade. Rio de Janeiro: ed. Guanabara, 1990.

MIGUEL, Luis Felipe. Um ponto cego nas teorias de democracia: os meios de comunicação. Revista BIB (ANPOCS), número 49, pp. 51-78, Rio de Janeiro, Relume-Dumará, 1º semestre de 2000.

MOUFFE, Chantal. On the political. Nova York: Routledge, 2005.

MOUFFE, Chantal. O regresso do político. Lisboa: Gradiva, 1992.

PATEMAN, Carole. Participação e teoria democrática. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

PIZZORNO, Alessandro. Introdución al estudio de la participación política. In: PIZZORNO, Alessandro; KAPLAN, Marcos e CASTELLS, Manuel. Participacion y cambio social en la problematica contemporânea. Buenos Aires: Siap-Planteos, 1975.

POWER, Timothy e GARNAND, James C. Determinants of invalid voting in Latin America. www.sciencedirect.com, janeiro, 2007.

PUTNAM, Robert D. Comunidade e democracia:a experiência da Itália moderna. Rio de Janeiro: FGV, 1997.

RANIERI, Jesus. A câmara escura, São Paulo, Boitempo, 2001.

REIS, Fábio Wanderley. Política e racionalidade: problemas de teoria e método de uma sociologia crítica da política. Belo Horizonte: UFMG/PROED/RBEP, 1984.

SANTOS, Wanderley Guilherme. A lógica-dual da ação coletiva. Dados, Rio de Janeiro, v. 32, n. 1, 1989.

SANTOS, Wanderley Guilherme. Paradoxos do Voto. Revista Brasileira de Ciências Sociais, n. 20, 1992.

SANTOS, Wanderley Guilherme. Poliarquia em 3-D: notas para uma revisão teórica. Dados, Rio de Janeiro, v. 41, n. 2, 1998.

SARTORI, Giovanni. A teoria da democracia revisitada, volume 1, São Paulo: Ed. Ática, 1987.

SCHUMPETER, Joseph A. Capitalism, socialism and democracy. New York:

Harper Collins Publishers, 2002.

SCOTT, James C. Weapons of the weak: everyday forms of peasant resistance. London: Yale University Press, 1987.

SOUZA, Jessé. (org.) A atualidade de Max Weber. Brasília: Ed. UnB, 2000.

TOCQUEVILLE, Alexis. A democracia na América. Belo Horizonte: Itatiaia, 1987.

WEBER, Max. Conceitos básicos de sociologia, São Paulo: Editora Moraes, 1989.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2009v14n1p170

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International