Recrutamento político no PT e no PFL paranaenses nas eleições de 2006: sugestões de pesquisa

Renato Monseff Perissinotto, Bruno Bolognesi

Resumo


O objetivo deste artigo é, num primeiro momento, analisar os estatutos de dois partidos situados em pólos opostos do espectro ideológico, quais sejam, o PT e o PFL (atual Democratas). Com relação a este ponto, nosso objetivo é avaliar o grau de inclusividade que cada um dos referidos partidos prevê no processo de formação de suas listas de candidatos. Num segundo momento, pretendemos analisar os perfis dos candidatos à Assembléia Legislativa e à Câmara dos Deputados dos dois partidos e, por fim, ver em que medida tais perfis se relacionam às regras formais de recrutamento previstas nos estatutos partidários. A hipótese é que o processo formal exerce influência de alguma forma no recrutamento de candidatos e que a oposição ideológica sirva como um aparato explicativo das diferenças entre o recrutamento nos dois partidos.


Palavras-chave


Recrutamento político; Partido dos Trabalhadores (Paraná); Partido da Frente Liberal (Paraná).

Texto completo:

PDF

Referências


ÁLVARES, Maria Luzia. Determinantes da seleção de candidaturas aos cargos parlamentares e regras estatutárias na formação do selecionador brasileiro, nas eleições de 2002. Belo Horizonte: Paper no 5º Encontro da ABCP, 2006.

_____. Formação de Elites & Seleção de Candidaturas: o “jardim secreto” da elaboração de listas partidárias. Caxambu: Paper no XXXI Encontro Anual da ANPOCS,2007.

ARAÚJO, Clara & ALVES, José Eustáquio D. Impactos de Indicadores Sociais e do Sistema Eleitoral sobre As Chances das Mulheres nas Eleições e suas Interações com as Cotas. Rio de Janeiro: DADOS – Revista de Ciências Sociais. Vol. 50, n. 3, 2007.

BILAC, Maria B. As Elites Políticas de Rio Claro. Recrutamento e Trajetória. Piracicaba/Campinas: Editora Unimep/Editora da Unicamp, 2001.

BRAGA, Sérgio S. Quem foi quem na Assembléia Constituinte de 1946: um perfil socioeconômico e regional da Constituinte de 1946. Brasília: Câmara dos Deputados, Coordenação de Publicações, 1998.

BRAGA, Maria do Socorro. Recrutamento Partidário e Representação: seleção de candidatos à Câmara dos Deputados do Brasil. Campinas: Paper no III Congresso Latino Americano de Ciência Política. Democracia e Desigualdades, 2006.

_____. Partidos Políticos: organização e controle sobre a dinâmica de

representação na democracia brasileira. Belo Horizonte: Paper no V Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política. 2006.

BRAGA, Maria do Socorro & PRAÇA, Sergio. Recrutamento partidário: seleção de candidatos à Câmara paulistana. In: KINZO, Maria D´Alva, & BRAGA, Maria do Socorro (Orgs.), Eleitores e representação partidária no Brasil (pp. 179-204). São Paulo: Associação Editorial Humanitas, 2007.

CAMP, Roderic Ai. Political Recruitment across Two Centuries. Mexico, 1884-1991. Austin: University of Texas Press, 1995.

FIGUEIREDO, Argelina C. e LIMONGI, Fernando P. Executivo e Legislativo na nova ordem Constitucional. Rio de Janeiro: Editora FGV, 1999.

FLEISCHER, David Verge. O Pluripartidarismo no Brasil: dimensões sócioeconômicas e regionais do recrutamento legislativo, 1946-1967. Revista de Ciência Política , 24 (1), 1981.

FREIRE, André (Org.). Recrutamento Parlamentar. Os Deputados Portugueses da Constituinte à VIII Legislatura. Lisboa: STAPE – Secretariado Técnico dos Assuntos para o Processo Eleitoral, 2001.

GALLAGHER, Michael, & MARSH, Michael. Candidate Selection in Comparative Perspective. The Secret garden of Politics. London: SAGE Publications, 1988.

GIDDENS, Anthony. Preface. Elites in the British Class Structure. In: STANWORTH, Philip & GIDDENS, Anthony. Elites and Power in British Society. Cambridge: Cambridge University Press, 1974.

GRILL, Igor. G. Processos, condicionantes e bases sociais da especialização política no Rio Grande do Sul e no Maranhão. Caxambu: Paper no XXXI Anual da ANPOCS, 2007.

HAZAN, Reuven Y. Candidate Selection. In: L. Niemi, R. Gunter, & P. Norris, Comparing Democracies 2. London, Thousand Oaks, New Delhi: SAGE Publications, 2002.

HTUN, Mala; POWER, Timothy J. Gender, Parties, and Support for Equal Rights in the Brazilian Congress. Latin American Politics and Society. Vol. 48, nº 4, 2006.

LOVE, Joseph. A Locomotiva. São Paulo na Federação Brasileira 1889-1937. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

LOVE, Joseph., & BARICKMAN, Bert. Regional Elites. In: CONIFF, Michael & McCANN,Frank D. Modern Brazil: Elites and Masses in Historical Perspective. Lincoln: University of Nebraska Pres, 1991.

MARENCO DOS SANTOS, André. Nas Fronteiras do Campo Político. Raposas e outsiders no Congresso Nacional. RBCS , 12 (33), 1997.

MARENCO DOS SANTOS, André & SERNA, Miguel. Por que carreiras políticas na esquerda e na direita não são iguais? Recrutamento legislativo no Brasil, Chile e Uruguai. Revista Brasileira de Ciências Sociais. Vol. 22, n. 64. 2007.

MENEGUELLO, Rachel. PT: A Formação de um Partido. 1979-1982. Rio de

Janeiro: Paz e Terra, 1989.

MESSENBERG, Debora. A Elite Parlamentar do Pós-Constituinte: Atores e

Práticas. São Paulo: Brasiliense, 2002.

MICELI, Sergio. Carne e Osso da Elite Política Brasileira Pós-1930. In: Fausto, Boris. História Geral da Civilização Brasileira (6ª ed., Vol. Tomo III). São Paulo: Bertrand Brasil, 1981.

MICHELS, Robert. Para Uma Sociologia dos Partidos Políticos na Democracia Moderna. Lisboa: Antígona, 2001.

MOSCA, Gaetano. La Clase Politica. México: Fondo de Cultura Económica, 1984.

NORRIS, Pipa. Passages to Power. Legislative recruitment in advanced

democracies. Cambridge: Cambridge University Press, 1997.

NORRIS, Pipa e LOVENDUSKI, Joni. Political Recruitment. Gender, Race and Class in the British Parliament. Cambridge: Cambridge University Press, 1995.

NUNES, Edson O. Legislativo, Política e Recrutamento de Elites no Brasil. DADOS, 17, 1978.

PANEBIANCO, Angelo. Modelos de Partido. Organização e poder nos partidos políticos. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

PARTIDO DOS TRABALHADORES. Estatuto do PT, 2001.

PARTIDO DA FRENTE LIBERAL. Estatuto do PFL.

PERISSINOTTO, Renato M. Poder e Participação no Conselho Municipal de

Assistência Social de Curitiba (1999-2001). In: FUKS, Mario; PERISSINOTTO, Renato M.; SOUZA, Nelson R. (Orgs.). Democracia e Participação: os conselhos gestores do Paraná. Curitiba: Editora da UFPR, 2004.

POWER, Timothy & MOCHEL, Marilia. G. Shaping the Brazilian Political Class: Causes and Consequences of Recruitment to the Chamber of Deputies. Paper no evento Pathways to Power: Political Recruitment and Democracy in Latin America. Winston-Salem: Wake Forest University, 2004.

PUTNAM, Robert. D. The Comparative Study of Political Elites. Englewood Cliffs: Prentice Hall, 1976.

RAHAT, Gideon & HAZAN, Reuven Y. Candidate Selection Methods: An Analytical Framework. Party Politics , 7 (33), 2001.

RANNEY, Austin. Pathways to Parliament. Madison and Milwaukee: The

University of Wisconsin Press, 1965.

SAMUELS, David. Political Ambition, Candidate Recruitment and Legislative Politics in Brazil. Paper no evento Pathways to Power: Political Recruitment and Democracy in Latin America. Winston-Salem: Wake Forest University, 2004.

SANTOS, Fabiano. Deputados Federais e Instituições Legislativas no Brasil: 1946-1999. In: BOSCHI, Renato; DINIZ, Eli & SANTOS, Fabiano. (orgs.). Elites Políticas e Econômicas no Brasil Contemporâneo. São Paulo: Fundação Konrad Adenauer, 2000.

SIAVELIS, Peter M., & MORGENSTERN, Scott. Political Recruitment and Candidate Selection in Latin America. A Framework for Analysis. Paper na Pathways to Power: Political Recruitment and Democracy in Latin America. WinstonSalem: Wake Forest University, 2004.

VEIGA, Luciana F. & MIRÍADE, Angel. Perfil dos Candidatos e eleitos na disputa partidária para a Câmara dos Deputados em 2006. Paper no VI Encontro Internacional do FOMERCO. Aracaju, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2009v14n1p143

Direitos autorais 2020 Mediações - Revista de Ciências Sociais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International