Corrupção e morte da política: análise de uma patologia social

Orlando Lyra de Carvalho Jr.

Resumo


A partir do conceito moderno de corrupção política, que define esse fenômeno como sendo a utilização indevida do poder público para ganhos privados, o artigo aborda a transformação conceitual que a noção de corrupção sofreu desde a Antigüidade Clássica. Por meio de uma análise foucauldiana de aspectos centrais do processo histórico-político, que tornou possível a transposição do termo interesse do campo meramente econômico para formas e noções centrais da organização política contemporânea, chega-se à conclusão que, se aplicado ao pé da letra, o conceito moderno de corrupção representaria a morte da política e o caminho mais seguro para o totalitarismo.


Palavras-chave


Corrupção; Interesse; Foucault; Biopolítica; Lei; Disciplina.

Texto completo:

PDF

Referências


BRATSIS, Peter. Everyday Life and the State. London: Paradigm Publishers,

CANGUILHEM, Georges. The Normal and the Pathological. New York: Zone Books, 1991.

CÓDIGO de Ética e Decoro Parlamentar do Senado Federal (Resolução nº 20 de 1993).

DAU, Sandro. A Negatividade e a Positividade do Poder em Michel Foucault. Rio de Janeiro: UNIPAC, 2004.

DOUGLAS, Mary. Purity and Danger. London: Routledge, 1966.

EWALD, François. Foucault: a norma e o direito. Lisboa: Veja, 1993.

FONSECA, Márcio Alves da. Michel Foucault e o Direito. São Paulo: Max Limonad, 2000.

FOUCAULT, Michel. Em Defesa da Sociedade. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

_____.Vigiar e Punir. Petrópolis: Vozes, 1999.

_____. La Societé Punitive. (Dits et Écris). Paris, Gallimard, 1994.

_____. Sécurité, Territoire, Population; Naissance de la Biopolitique. Paris, Gallimard, 1979.

_____. Naissance de la biopolitique. Paris, Gallimard, 1979.

_____.A Microfísica do Poder. Rio de Janeiro: Graal, 1979.

_____. La gouvernementalité. (Dits et Écris). Paris, Gallimard, 1994.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2007v12n2p154

Direitos autorais 2020 Mediações - Revista de Ciências Sociais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International