Mito & contracultura

Cesar Augusto de Carvalho

Resumo


Considerada irracional desde os seus primórdios, a crítica à contracultura revelou-se incapaz de perceber a revolução cognitiva que se instaurava com as diferentes práticas de espiritualidade. Substituindo a lógica racionalista da exclusão pela lógica da inclusão, onde os elementos se equivalem, o movimento contracultural resgatou a experiência mítica, que ajuda o homem a procurar a fonte de sua própria vida e se integra ao processo de formação do self, dando-lhe um novo significado. Surge, dessa forma, um novo tipo de percepção e pensamento.


Palavras-chave


Contracultura; Espiritualidade; Mito; Self.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2007v12n2p55

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br