Leituras de um Brasil em mudança: cientistas sociais, conjuntura política e a democracia brasileira

Fernando Perlatto, Diogo Tourino de Sousa

Resumo


Este artigo objetiva refletir sobre o “retorno” do interesse dos cientistas sociais brasileiros pelas análises de conjuntura ocorrido nos últimos anos. Busca-se, em um primeiro momento, examinar as características que definem uma análise de conjuntura. Em seguida, objetiva-se analisar de que maneira as ciências sociais brasileiras – em especial, a sociologia e a ciência política – historicamente interpretaram as análises de conjuntura, com o intuito de demonstrar o distanciamento que ocorreu, ao longo das décadas de 1990 e 2000, em relação a este tipo de abordagem. Por fim, busca-se analisar o “retorno” do interesse dos cientistas sociais pelas análises de conjuntura, relacionando este movimento às transformações e às crises políticas e sociais que ocorreram no país ao longo dos últimos anos.


Palavras-chave


cientistas sociais; interpretação do Brasil; conjuntura política; democracia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2018v23n2p256

Direitos autorais 2018 Mediações - Revista de Ciências Sociais

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br


Creative Commons License

 

Todos os artigos científicos publicados em mediacoes@uel.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons