Limites da “democracia procedimental” na América Latina

Eliel Machado

Resumo


Este artigo está dividido em duas partes: na primeira, apresentamos sumariamente as principais discussões em torno da “democracia procedimental” a partir do resgate “teórico” schumpeteriano sugerido por Samuel Huntington (1994), que, a nosso ver, “molda” as “democracias realmente existentes” no subcontinente latino-americano. Na segunda parte, elaboramos uma crítica teórica aos ideólogos da “democracia procedimental”, tendo por base algumas contribuições marxistas que, embora concordem com a “descrição” apresentada pelos “elitistas”, criticam o que eles ocultam: o caráter de classe subjacente das democracias capitalistas.


Palavras-chave


América Latina; Democracia procedimental; Democracias burguesas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2008v13n1%2F2p260

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br