Infraestruturas, economia e política informacional: o caso do google suite for education

Henrique Parra, Leonardo Cruz, Tel Amiel, Jorge Machado

Resumo


O artigo examina o contexto e possíveis efeitos sociopolíticos da adoção de infraestruturas e serviços de tecnologias de comunicação corporativos no ambiente educacional e universitário brasileiro. Tomando o caso específico dos acordos entre universidades públicas brasileiras e a suíte de aplicativos educacionais da empresa Google, objetivamos refletir sobre sua economia política informacional, baseada em mecanismos de controle e vigilância dos dados digitais, e problematizar a emergência de novas formas de conhecimento e exercício do poder.

Palavras-chave


Google; Infraestrutura; Privacidade; Vigilância; Controle; Economia informacional.

Texto completo:

PDF PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2018v23n1p63

Direitos autorais 2018 Mediações - Revista de Ciências Sociais

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br


Creative Commons License

 

Todos os artigos científicos publicados em mediacoes@uel.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons