Vigilância, controle e tecnologia: um estudo sobre o setor supermercadista em São Paulo

Leonardo José Ostronoff

Resumo


Através de uma observação direta de três grandes redes de supermercados brasileiros, este artigo discute como novas tecnologias são usadas no controle dos trabalhadores. Desde o começo do capitalismo industrial, tecnologias são usadas para produzir comportamentos que gerem maior produtividade, impondo uma disciplina de trabalho. Com a passagem para sociedade de controle, a videovigilância se espalhou pelos mais diferentes espaços do cotidiano. Nos supermercados, desenvolveu-se nos últimos anos um sistema para diminuir riscos: a prevenção de perdas. Este artigo discute justamente esse sistema como um dispositivo de controle do trabalho, analisando suas técnicas de vigilância como uma forma de controle dos trabalhadores

Palavras-chave


Vigilância; Controle; Tecnologia; Trabalho.

Texto completo:

PDF PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2018v23n1p127

Direitos autorais 2018 Mediações - Revista de Ciências Sociais

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br


Creative Commons License

 

Todos os artigos científicos publicados em mediacoes@uel.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons